Tropeiro-da-serra – (Lipaugus lanioides)

Tropeiro-da-serra

O tropeiro-da-serra Lipaugus lanioides é uma ave da família Cotingidae. Espécie endêmica do Brasil, ocorre na mata atlântica da Bahia a Santa Catarina.

Tropeiro-da-serra {field 11}
  • Nome popular: Tropeiro-da-serra
  • Nome inglês: Cinnamon-vented Piha
  • Nome científico: Lipaugus lanioides
  • Família: Cotingidae
  • Sub-família: Cotinginae
  • Habitat: Endêmica à mata atlântica na região sudeste do Brasil, e ocorre do sul da Bahia, do Espírito Santo e de Minas Gerais a Santa Catarina.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de frutos de mais de vinte espécies vegetais, entre as quais os coquinhos do palmito juçara – Euterpe edulis e do açaí – Euterpe oleracea, e frutos como os da bucuva-vermelha – Virola bicuhyba. Graças ao bico largo, a ave consegue engolir inteiros os frutos relativamente grandes dessas e de outras plantas; mais tarde as sementes são regurgitadas intactas, muitas vezes longe da planta-mãe de onde os frutos foram retirados. Com isso, a ave é uma importante dispersora de diversas árvores e palmeiras. Eventualmente também come insetos.
  • Reprodução: Reproduz-se…
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Tropeiro-da-serra {field 19}

Características:

Mede em média 24,5 cm de comprimento e pesa 84 gramas. Tem a plumagem geral cor cinza amarronzada. A cabeça cinza e apresenta um efeito escamado fraco nas penas da coroa que se espalha por outras partes do corpo, como manto, garganta e parte superior do peito. O peito e ventre são ligeiramente mais pálidos que as demais partes superiores. As asas apresentam maior intensidade da cor marrom, as rêmiges apresentam a borda marrom e a parte interna, próxima a raque é negra. O crisso é de cor castanha, característica esta que o diferencia de seu congênere cricrió – Lipaugus vociferans. A cauda da ave é da mesma coloração do dorso, cinza amarronzado, coloração esta que fica mais evidente quando está iluminada. Seus olhos são escuros e apresentam um anel periocular de coloração amarelo pálido. Os tarsos e pés são cinza escuros. Tem bico cinza, forte e largo.

Tropeiro-da-serra {field 25}

Comentários:

Frequenta regiões montanhosas, em geral acima de 1000 m de altitude. Habita sobretudo florestas altas, mas é capaz de sobreviver em matas alteradas, já tendo sido encontrado em plantios de eucalipto com sub-bosque nativo desenvolvido. É mais observado na vegetação entre 5 e 25 m acima do nível do solo, no interior da mata. É um pássaro endêmico da Mata Atlântica. Está ameaçado de extinção e a ameaça mais significativa é a perda extensiva de seu hábitat de matas nativas, por conta de destruição, degradação e fragmentação. Ainda, algumas populações podem ser impactadas de forma negativa pela derrubada das palmeiras do gênero Euterpe, por reduzir a quantidade de frutos disponíveis como alimento.

Tropeiro-da-serra {field 25}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *