Picaparra – (Heliornis fulica)

A picaparra Heliornis fulica é uma ave da família Heliornithidae. Conhecida também como cachorrinho-do-rio, patinha-do-igapó e patinha-d’água.

Picaparra {field 21}
  • Nome popular: Picaparra
  • Nome inglês: Sungrebe
  • Nome científico: Heliornis fulica
  • Família: Heliornithidae
  • Habitat: Ocorre do México até o Uruguai e em praticamente todo o Brasil, apesar de não ser observado com facilidade, devido a seus hábitos. É comum em toda a planície pantaneira. É ave localmente comum em rios da Amazônia.
  • Alimentação: Alimentam-se basicamente de insetos aquáticos e suas larvas, besouros, formigas, aranhas, crustáceos, anfíbios, pequenos peixes e sementes. Muitas presas são apanhadas enquanto vêm carregadas pela correnteza.
  • Reprodução: Constrói o ninho com gravetos e folhas, fica logo acima da água, entre 1 e 2 m, escondido na vegetação do barranco ou arbustos semi submersos. Bota de 2 a 4 ovos. O casal reveza-se no choco, com o macho incumbindo-se durante grande parte do dia e a fêmea à noite. Ambos também cuidam dos filhotes, embora o macho tenha papel mais destacado. Os filhotes saem dos ovos após 11 dias, um dos menores períodos de incubação entre as aves. O período reprodutivo é de dezembro a março.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Picaparra {field 20}

Características:

Mede em média entre 23 e 33 cm de comprimento e pesa entre 120 e 180 gramas. Contrasta a grande listra superciliar branca contra o negro da cabeça e parte dorsal do pescoço, longo e fino. Garganta e restante do pescoço brancos, com uma listra negra lateral. As costas são pardas, com o ventre cinza amarelado. Pernas e patas amarelas, com anéis negros. No macho e aves juvenis, o bico é amarelado com o bordo superior negro, nas fêmeas é avermelhado. A fêmea adulta se diferencia dos indivíduos machos e dos indivíduos jovens por possuir uma bochecha castanho alaranjada, coloração que se acentua no período de reprodução, enquanto que nos indivíduos machos ou jovens a bochecha é branca. São aves sexualmente dimórficas, o macho e a fêmea têm diferentes características físicas. O macho apresenta uma característica anatômica única no mundo das aves. Ele tem uma cavidade embaixo de cada asa, onde os filhotes recém-nascidos são carregados durante as primeiras semanas de vida.

Picaparra {field 11}

Comentários:

Frequenta rios e lagos tomados por vegetação palustre e capinzais alagados. Procuram nadar próximo da vegetação das margens, logo refugiando-se sob os arbustos e galhos ao primeiro sinal de perigo. São muito rápidos quando afastam-se nadando, costumando deixar o pescoço esticado e próximo da água. Dormem nas galhadas sobre a água e dali mergulham se forem perturbadas. Também durante o dia, caso sintam-se ameaçados, mergulham com enorme facilidade e desaparecem.

Picaparra {field 23}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.

Referências