Tapaculo-serrano – (Scytalopus petrophilus)

O tapaculo-serrano Scytalopus petrophilus é uma ave da família Rhinocryptidae. Endêmico do Brasil. Ocorre na região sudeste, nos estados de Minas Gerais São Paulo e Rio de Janeiro.

Tapaculo-serrano {field 32}
  • Nome popular: Tapaculo-serrano
  • Nome inglês: Rock Tapaculo
  • Nome científico: Scytalopus petrophilus
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Scytalopodinae
  • Habitat: Ocorre na Serra do Espinhaço, Serra do Caraça e também mais ao sul, em direção ao Rio de Janeiro ou mesmo de São Paulo. Já foi registrado, por exemplo, em Camanducaia e Gonçalves, na Serra da Mantiqueira, e em Águas de Lindoia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e outros pequenos artrópodes. Forrageia principalmente no solo.
  • Reprodução: Reproduz-se durante a primavera e o verão.
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Tapaculo-serrano {field 28}

Características:

Espécie pequena, tem cor predominate cinza, possui listras marrons e ferrugens na barriga e ventre. A cauda é curta e geralmente empinada.

Tapaculo-serrano {field 21}

Comentários:

Frequentam grande variedade de ambientes, desde paisagens abertas no alto de morros, com muitas pedras, arvoretas, gramíneas e moitas de vegetação (campos rupestres); até florestas úmidas em vales profundos nos pés dos morros, com ou sem a presença de água. Também persiste em áreas parcialmente desmatadas e/ou invadidas por plantas exóticas, como a samambaia Pteridium aquilinum. A espécie também já foi localizada em brejos de altitude dominado por vegetação densa de bambu, como Chusquea attenuata ou C. pinifolia. No Sul de Minas Gerais (região de Lavras e São João del Rei) também pode ser encontrado em mata semi-decídua secundária. Seja qual for o ambiente, costumam permanecer escondidos em vegetação densa do sub-bosque, em altitudes de 900 a 2.100 metros. Não voa grandes distâncias, e se locomove muitas vezes se esgueirando por entre a vegetação rasteira.

Tapaculo-serrano {field 8}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências

Macuquinho – (Eleoscytalopus indigoticus)

O macuquinho Eleoscytalopus indigoticus é uma ave da família Rhinocryptidae. É endêmico da Mata Atlântica do sul e sudeste do Brasil

Macuquinho {field 16}
  • Nome popular: Macuquinho
  • Nome inglês: White-breasted Tapaculo
  • Nome científico: Eleoscytalopus indigoticus
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Scytalopodinae
  • Habitat: É endêmico da Mata Atlântica do sul e sudeste do Brasil.
  • Alimentação: Alimenta-se de insetos, capturados sobre ou muito perto do solo caçando no sub-bosque revirando as folhas e encontrando seu alimento na vegetação de seu território.
  • Reprodução: Nidifica em cavidades naturais nos solos ou em troncos caídos. Faz seu ninho em forma de esfera constituído por material encontrado nas proximidades do território do casal, como raízes, pequenos galhos, líquens e outros. Põe geralmente 2 ovos brancos.
  • Estado de conservação: Quase Ameaçada
Macuquinho {field 16}

Características:

Mede aproximadamente 11 cm de comprimento, semelhante ao macuquinho-baiano, mas diferenciando-se por características físicas e pela ocorrência. Há dimorfismo sexual. O macho é mais escuro que a fêmea, possui uma coloração azul-escuro nas partes superiores do corpo estendendo-se da cabeça até o manto, atingindo as coberteiras secundárias das asas, sendo castanho do dorso até a cauda e suas coberteiras e rêmiges primárias. Da garganta até a barriga é esbranquiçado, tendo em comum com a fêmea o flanco barrado. Na fêmea a coloração das partes inferiores é um pouco manchada e não esbranquiçada totalmente, tendo as partes superiores e coberteiras secundárias de cor cinzenta. Os jovens tem a plumagem incompleta, a ausência de cores de ambos os sexos em diferentes partes do corpo, como as asas e as partes superiores lembrando mais as fêmeas.

Macuquinho {field 8}

Comentários:

Frequenta florestas primárias e secundárias úmidas nos domínios da Mata Atlântica, como matas de araucária, matas ciliares e matas subtropicais. Vive solitário ou aos pares em locais densos e sombrios da mata, protegendo-se nos emaranhados próximos do solo. Emite um som constante de cerca de 4 segundos com intervalos de aproximadamente 5 ou 6 segundos, lembrando certos anfíbios. o sub-bosque de florestas abertas, bordas de florestas e florestas secundárias densas, em elevações de até 1 500 metros. Vive escondido nos emaranhados de vegetação próximo ao solo, sendo de difícil visualização. Está ameaçado pela perda de habitat.

Macuquinho {field 8}

Referências & Bibliografia:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/macuquinho Acesso em 18 Março de 2009.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Eleoscytalopus_indigoticus Acesso em 31 de Outubro de 2009.

Tapaculo-de-brasília – (Scytalopus novacapitalis)

O tapaculo-de-brasília Scytalopus novacapitalis é uma ave da família Rhinocryptidae. Conhecido também como macuquinho-de-brasília. Espécie endêmica do Brasil.

Tapaculo-de-brasília {field 7}
  • Nome popular: Tapaculo-de-brasília
  • Nome inglês: Brasilia Tapaculo
  • Nome científico: Scytalopus novacapitalis
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Scytalopodinae
  • Habitat: Ocorre no Distrito Federal, Formosa-GO e sudoeste de Minas Gerais. Espécie endêmica do Brasil.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, lagartas e outros artrópodes. Caçados entre a folhagem e vegetação densa.
  • Reprodução: Reproduz-se…
  • Estado de conservação: Quase Ameaçada
Tapaculo-de-brasília {field 7}

Características:

Mede em média 11cm de comprimento, e pesa em torno de 18,g. Tem as partes superiores cinzento escuras, partes inferiores cinzento claras, o loro esbranquiçado e o bico curto escuro provido de uma “tampa” sobre a narina (opérculo nasal), mandíbula um pouco mais clara; pernas claras, marrom amareladas ou rosadas.

Tapaculo-de-brasília {field 7}

Comentários:

Frequenta o sub-bosque de florestas de galeria e, ocasionalmente, áreas de florestas secundárias, próximas a cursos de água, no nível do solo, entre a folhagem e vegetação densa, rica em samambaia (Blechnum brasiliense) e palmito-juçara (Euterpe edulis), ocupando o nicho ecológico de pequenos roedores.

Tapaculo-de-brasília {field 8}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Tapaculo-preto – (Scytalopus speluncae)

O tapaculo-preto Scytalopus speluncae é uma ave da família Rhinocryptidae. Espécie endêmica da Mata Atlântica do Sudeste do Brasil até ao Norte da Argentina.

Tapaculo-preto {field 20}
  • Nome popular: Tapaculo-preto
  • Nome inglês: Mouse-colored Tapaculo
  • Nome científico: Scytalopus speluncae
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Scytalopodinae
  • Habitat:Ocorre na Mata Atlântica de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Encontrado também em pequena porção adjacente na Argentina.
  • Alimentação: Alimentação basicamente de insetos e outros pequenos artrópodes.
  • Reprodução: Reproduz-se…
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Tapaculo-preto {field 11}

Características:

Mede em média 12 cm de comprimento. O macho é totalmente preto azulado, com as asas levemente amarronzadas, a fêmea é mais amarronzada com o peito estriado de preto.

Tapaculo-preto {field 23}

Comentários:

Frequenta o sub-bosque de florestas de montanhas, bordas de florestas e capoeiras, geralmente nas proximidades de bambuzais. Esgueira-se próximo ao chão em meio a emaranhados de cipós, sendo difícil visualizá-lo, embora seu canto seja ouvido com frequência, o som que ele emite é uma série de sequências de ti-ti-ti-ti…Que pode durar minutos, sem para.

Tapaculo-preto {field 19}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Tapaculo-pintado – (Psilorhamphus guttatus)

O tapaculo-pintado Psilorhamphus guttatus é uma ave da família Rhinocryptidae. É endêmica do bioma da Mata Atlântica do Brasil e da Argentina.

Tapaculo-pintado {field 20}
  • Nome popular: Tapaculo-pintado
  • Nome inglês: Spotted Bamboowren
  • Nome científico: Psilorhamphus guttatus
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Rhinocryptinae
  • Habitat: Ocorre no Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Encontrado também na Argentina.
  • Alimentação: Alimenta-se de insetos e outros artrópodes e suas larvas capturados na densa vegetação onde costuma habitar .
  • Reprodução: Reproduz-se…
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Tapaculo-pintado {field 25}

Características:

Mede em média13 cm de comprimento. Os machos tem uma coloração cinza azulada na cabeça , costas e peito , as asas e a cauda são marrom escuro Nas fêmeas o cinza é substituído pelo pardacento. Macho e fêmea são sarapintados de pintinhas brancas . Os olhos , queixo e ventre são esbranquiçados. A cabeça é ligeiramente grande em relação ao corpo. A cauda é esfiapada, como nas aves do gênero Synallaxis e quase sempre erguida.

Tapaculo-pintado {field 12}

Comentários:

Frequenta bambuzais ou em soqueiras densas de taquara em áreas florestadas diversas do Brasil meridional entre 0 e 1000m de altitude. Frequenta também a mata secundária. Sua vocalização é compostas de notas graves em sequência rítmica (pupupupupupupu) , é um canto baixo mas pode ser ouvido à distância.

Tapaculo-pintado {field 12}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Tapaculo-ferreirinho – (Scytalopus pachecoi)

O tapaculo-ferreirinho Scytalopus pachecoi é uma ave da família Rhinocryptidae. Ocorre no Brasil e nordeste da Argentina.

Tapaculo-ferreirinho {field 32}
  • Nome popular: Tapaculo-ferreirinho
  • Nome inglês: Planalto Tapaculo
  • Nome científico: Scytalopus pachecoi
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Scytalopodinae
  • Habitat: Ocorre no sul do Brasil (Rio Grande do Sul e Santa Catarina) e nordeste da Argentina (Província de Misiones).
  • Alimentação: Alimentam-se principalmente de insetos e outros pequenos artrópodes.
  • Reprodução: Reproduz-se…
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Tapaculo-ferreirinho {field 32}

Características:

Mede em média 12 cm de comprimento e pesa aproximadamente 15 g. Nas partes superiores predomina um cinza escuro e as partes inferiores são cinza claro. Os flancos são branco sujo com barras escuras. Os machos adultos do tapaculo-preto são uniformemente cinza escuro, sem barras nos flancos.

Tapaculo-ferreirinho {field 28}

Comentários:

Frequentam matas e bordas de matas onde é encontrado próximo a riachos e no subosque, como moitas de bambús. Em matas secundárias tem sido encontrado em densidade maior que em matas primárias.

Tapaculo-ferreirinho {field 33}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências

Entufado – (Merulaxis ater)

O entufado Merulaxis ater é uma ave da família Rhinocryptidae. Conhecido também como bigodudo-preto e tapaculo-de-topete. Endêmico da Mata Atlântica.

Entufado {field 20}
  • Nome popular: Entufado
  • Nome inglês: Slaty Bristlefront
  • Nome científico: Merulaxis ater
  • Família: Rhinocryptidae
  • Sub-família: Scytalopodinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia.

    Espécie endêmica do Brasil.

  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de pequenos artópodes e larvas que captura na entre as folhas mortas da serrapilheira.
  • Reprodução: Constrói o ninho em buracos nos barrancos
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Entufado {field 20}

Características:

Mede em média 17 cm de comprimento, com os machos apresentando coloração predominantemente cinza-azulada, sendo marrons as regiões do uropígio, crisso e baixo ventre. As fêmeas são completamente marrons.

Entufado {field 20}

Comentários:

Frequenta florestas primárias e secundárias com bom grau de conservação, onde é habitante do sub bosque da vegetação. Geralmente prefere ambientes sombrios e úmidos, como vales entre morros, onde correm riachos encachoeirados cobertos de densa floresta. Vive em altitudes que vão do nível do mar a até quase 2000 metros. Sendo uma ave terrícola, o entufado percorre o solo da floresta dando pequeno saltos enquanto balança a cauda de forma agressiva. Costuma ser uma espécie tímida e de difícil visualização.

Entufado {field 20}

Referências & Bibliografia:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/entufado Acesso em 28 Março de 2009.
  • Avibase – disponível em: https://avibase.bsc-eoc.org/species.jsp?avibaseid=0F9BA2F83F8D2A8F Acesso em 13 de Agosto de 2009.