Cigana – (Opisthocomus hoazin)

A cigana Opisthocomus hoazin é uma ave da família Opisthocomidae. Ocorre no Brasil, Guianas, e da Venezuela à Colômbia e Bolívia.

Cigana {field 28}
  • Nome popular: Cigana
  • Nome inglês: Hoatzin
  • Nome científico: Opisthocomus hoazin
  • Família: Opisthocomidae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, em algumas regiões da Amazônia e do alto Rio Paraguai. Encontrada também nas Guianas, e da Venezuela à Colômbia e Bolívia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de folhas novas, flores e frutos de aninga, siriúba, embaúba, aguapé e capim novo. Para digerir esse material duro, a cigana possui um interessante sistema de papos fortíssimos, responsável pela trituração mecânica do alimento. Os papos chegam a ser até 50 vezes maiores que o estômago do animal e a digestão da massa de folhas é auxiliada por bactérias simbióticas..
  • Reprodução: Reproduz-se construindo pequenos ninhos achatados, de gravetos, entre 2 e 8 m acima da água. Põe de 2 a 5 ovos alongados, de cor creme rosada, manchados de lilás, azul ou marrom. Acredita-se que vários membros do bando participem coletivamente da incubação dos ovos, período que dura cerca de 30 dias, bem como dos cuidados com os filhotes.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Cigana {field 28}

Características:

Mede em média 62 cm de comprimento e pesa 800 g. Tem a cabeça pequena e ornada com crista proeminente. Rosto nu variando em tons de azul. Bico robusto. Asas de formato arredondado e cauda de comprimento alongado, que termina em penas largas e emparelhadas. Coloração varia em tons de marrom, castanho e branco, apresentando faixas brancas e estreitas na nuca, manto e cauda. Tons marrom escuro com bordas esbranquiçadas e largas nas asas.

Cigana {field 20}

Comentários:

Frequenta margens de rios e lagos, manguezais e alagados, emaranhados de vegetação e galhos próximos ou sobre a água. Para esse deslocar entre os ramos das árvores, a espécie utilizando das garras presentes em suas asas. Próximo às grandes cidades amazônicas, a espécie foi bastante perseguida por sua carne e seus ovos, o que fez com que se tornasse extinta ou muito escassa nestas regiões. Geralmente vive aos pares, fora do período reprodutivo agregam-se em bandos de até 50 indivíduos.

Cigana {field 23}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências