Jacuguaçu – (Penelope obscura)

Jacuguaçu
O Jacuguaçu é uma ave da família Cracidae. Também conhecida como jacu-velho, jacuguaçu, jacu e jacupixuna. Ocorre no Brasil, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Argentina.
Jacuguaçu {field 5}
  • Nome popular: Jacuguaçu
  • Nome inglês: Dusky-legged Guan
  • Nome científico: Penelope obscura
  • Família: Cracidae
  • Habitat: Vive no sudeste e sul do Brasil, de Minas Gerais e Rio de Janeiro até o Rio Grande do Sul; Uruguai, Paraguai, Argentina e Bolívia.
  • Alimentação: São predominantemente frugívoros, embora alimentem-se também de folhas, brotos, grãos e insetos. Dentre as frutas de árvores nativas, essa espécie de ave é muito atraída por frutos de araçá. Defecam as sementes intactas. Embora habitem matas, descem em campo aberto para se alimentarem. Bebem na beira dos rios. O ato de beber se assemelha ao dos pombos, é um processo de sugar, com o bico mantido dentro d’água, notando-se a ingestão do líquido pelo movimento rítmico da garganta.
  • Reprodução: São monogâmicos, os machos dão comida à sua fêmea, virando e abaixando gentilmente a cabeça, como os pais alimentam os filhos. O par faz um ninho pequeno nos cipoais, às vezes no alto das árvores ou em ramos sobre a água ou ainda em troncos caídos; aproveitam também os ninhos abandonados de outras aves. Pode instalar-se sobre um galho entre gravatás cujas folhas ela pisa, obtendo assim um ninho. Põe 3 ovos grandes, uniformemente brancos. O período de incubação é de 28 dias, geralmente entre os meses de outubro a março. As ninhadas são de dois a três filhotes.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Jacuguaçu {field 5}
Características:

Tem a coloração verde-bronze bem escura; manto, pescoço e peito finalmente estriados de branco; pernas anegradas. O macho possui a íris vermelha, ao contrário da fêmea. Espécie grande e barulhenta. Notáveis pelo ruído esquisito e fortíssimo que produzem com as asas enquanto voam.

Possui duas subespécies reconhecidas:
  • Penelope obscura obscura (Temminck, 1815) – ocorre da região sul do Brasil até o sudeste do Paraguai, Uruguai e Nordeste da Argentina;
  • Penelope obscura bronzina (Hellmayr, 1914) – ocorre no leste do Brasil, do estado do Espírito Santo até o estado de Santa Catarina.

Piacentini et al. (2021).  

Jacuguaçu {field 5}
Comentários:

Apresenta um sinal de excitação que se caracteriza por abrir e fechar impetuosamente a cauda. Têm o tique de sacudir a cabeça. À tardinha, antes de empoleirar-se, tornam-se muito inquietos, sendo tal nervosismo aparentemente ansiedade para achar um bom lugar de dormida. Vivem em bandos de 6 a 10 indivíduos.

Jacuguaçu {field 5}
Referências & Bibliografia:
  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/jacuguacu Acesso em 18 de Outubro de 2009.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jacugua%C3%A7u Acesso em 31 de Outubro de 2009.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *