Pombo-doméstico – (Columba livia)

Pombo-doméstico

O pombo-doméstico Columba livia é uma ave da família Columbidae. Conhecido também como pombo-comum ou pombo-das-rochas.

Pombo-doméstico {field 11}
  • Nome popular: Pombo-doméstico
  • Nome inglês: Rock Pigeon
  • Nome científico: Columba livia
  • Família: Columbidae
  • Sub-família: Columbinae
  • Habitat: Pode ser encontrada em todo Brasil, sendo comum até mesmo em grandes centros urbanos.
  • Alimentação: É granívora e frugívora, alimenta-se de variados tipos de sementes, principalmente a dos frutos do Urucum (Bixa orellana). Com o bico, costuma virar folhas secas em busca de alimentos. Sinantrópica, adaptou-se muito bem ao ambiente urbano. Comumente visto em praias, centro de cidades, praças, parques, aglomerados urbanos, consumindo restos de resíduos alimentares de seres humanos, os quais passaram a ser parte de sua dieta.
  • Reprodução: constrói o ninho em beirais de casas, com as próprias folhas secas que já estão lá e alguns gravetos. O ninho é feito de forma redonda, apenas ajeitando as folhas.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Pombo-doméstico {field 11}

Características:

Mede em média entre 28-38 centímetros, e pesa em torno de 238-380 gramas. Esta espécie tem muitas variações na coloração. Alguns apresentam corpo todo preto com pés rosa-avermelhado e olhos laranjas em alguns indivíduos. Outros chegam a ser “albinos” com os olhos escuros e bico rosa-pálido. Já outros são marrons com duas barras também marrons nas asas cinza claro. Neste mesmo caso eles podem ter barras pretas nas asas cinza (este tem corpo cinza escuro). O pombo desse tipo (cinza escuro) tem o pescoço com penas verde-metálicas e roxas-metálicas que brilham sob a luz do sol.

Pombo-doméstico {field 16}

Comentários:

Frequentam áreas rochosas, geralmente nas costas. Em sua forma domesticada, o pombo selvagem tem sido amplamente introduzido em outros lugares, e é comum em grande parte do mundo, especialmente nas cidades. A expectativa média de vida em qualquer parte do mundo é de 3-5 anos na selva e até mais de 15 anos em cativeiro. Em muitos países é considerado um grave problema ambiental, pois compete por alimento com as espécies nativas, danifica monumentos com suas fezes e pode transmitir doenças ao homem. Até recentemente 57 doenças eram catalogadas como transmitidas pelos pombos

Pombo-doméstico {field 16}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.

Referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *