Caneleiro-preto – (Pachyramphus polychopterus)

Caneleiro-preto

O caneleiro-preto Pachyramphus polychopterus é uma ave da família Tityridae. Ocorre desde a América Central até á Argentina, e em todo o Brasil.

Caneleiro-preto {field 20}
  • Nome popular: Caneleiro-preto
  • Nome inglês: White-winged Becard
  • Nome científico: Pachyramphus polychopterus
  • Família: Tityridae
  • Sub-família: Tityrinae
  • Habitat: Ocorre da América Central e das Guianas à Bolívia, Argentina e Uruguai, e em todo o Brasil.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, complementando a alimentação vegetal, principalmente quando esta escasseia, por exemplo, durante as chuvas.
  • Reprodução: Constrói ninhos no alto de árvores isoladas, na forma de uma grande bola de musgo e outros materiais macios, com entrada lateral protegida e câmara incubatória pequena na parte superior. Põe em média 3 ovos por ninhada.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Caneleiro-preto {field 11}

Características:

Mede em média 15 cm de comprimento e pesa entre 19 e 21 gramas. O macho tem bico largo, a coroa, asas e cauda negras. As asas possuem linhas brancas bem visíveis. A cauda possui grandes pintas brancas na parte inferior das penas. A coloração geral é cinza, variando até o cinza escuro conforme a subespécie. As amazônicas são as mais escuras. A fêmea é verde olivácea, com bordas na asa e na cauda, de cor ferrugínea e partes inferiores amareladas.

Tem oito subespécies reconhecidas:

  • Pachyramphus polychopterus polychopterus (Vieillot, 1818) – ocorre no nordeste do Brasil, dos estados do Piauí e Ceará até os estados de Alagoas e Bahia.
  • Pachyramphus polychopterus similis (Cherrie, 1891) – ocorre na costa caribenha da Guatemala até o extremo norte da Colômbia, na região de Chocó.
  • Pachyramphus polychopterus cinereiventris (P. L. Sclater, 1862) – ocorre no norte da Colômbia.
  • Pachyramphus polychopterus dorsalis (P. L. Sclater, 1862) – ocorre na região tropical e subtropical do sudoeste da Colômbia e noroeste do Equador.
  • Pachyramphus polychopterus spixii (Swainson, 1838) – ocorre do sudeste e sul do Brasil até o Paraguai, Uruguai, leste da Bolívia e norte da Argentina.
  • Pachyramphus polychopterus nigriventris (P. L. Sclater, 1857) – ocorre na região tropical do sudeste da Colômbia, da região de Meta até o sul da Venezuela, norte da Bolívia e no oeste do Brasil, em ambas as margens do Rio Amazonas.
  • Pachyramphus polychopterus tenebrosus (Zimmer, 1936) – ocorre na região tropical do sudeste da Colômbia, da região de Caquetá até o leste do Equador e nordeste do Peru.
  • Pachyramphus polychopterus tristis (Kaup, 1852) – ocorre do nordeste da Colômbia até as Guianas e no nordeste da Amazônia brasileira, do estado de Roraima até o estado do Maranhão e sudeste do estado do Pará; também ocorre nas Ilhas de Trinidad e Tobago, no Caribe.

(IOC World Bird List 2018).

Caneleiro-preto {field 11}

Comentários:

Frequenta a beira a da mata. Regularmente segue bandos mistos de pássaros. Pousa geralmente ereto. É brigão.

Caneleiro-preto {field 11}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *