Maria-ferrugem – (Casiornis rufus)

Maria-ferrugem

A maria-ferrugem Casiornis rufus é uma ave da família Tyrannidae. Ocorre no Brasil, Peru, Bolívia, Paraguai e Argentina.

Maria-ferrugem {field 11}
  • Nome popular: Maria-ferrugem
  • Nome inglês: Rufous Casiornis
  • Nome científico: Casiornis rufus
  • Família: Tyrannidae
  • Sub-família: Tyranninae
  • Habitat: Ocorre desde o Rio Grande do Sul até a região norte do Brasil (ao sul do rio Amazonas), seguindo para região centro-oeste. É migratório após o período reprodutivo, onde convergem para a Amazônia meridional durante os meses de estiagem. No Pantanal são residentes. Encontrado também no Peru, Bolívia, Paraguai e Argentina.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de invertebrados, apanhando-os em voo desde o poleiro ou verificando a parte interna das folhagens. Eventualmente, associa-se a grupos seguindo formigas de correição, capturando os invertebrados fugindo das pequenas predadoras.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo ninhos em cavidades de árvores mortas ou postes de cerca de madeira, em média meio metro acima do solo. Põe em média 3 ovos de cor bege pálido. A incubação dura em torno de 15 dias. Após a eclosão dos ovos, os filhotes permanecem no ninho entre 15 e 17 dias. ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Maria-ferrugem {field 23}

Características:

Mede em média 18 cm de comprimento. Esta espécie lembra o gênero Myiarchus por sua postura ereta e por deixar as penas da cabeça semi-eriçadas. O tom avermelhado da plumagem é a característica principal. Com destaca o pardo amarelado da região ventral, especialmente na garganta e na barriga. Bico longo, negro, com uma larga base avermelhada.

Maria-ferrugem {field 25}

Comentários:

Frequenta a parte baixa de matas ciliares, cerradões e matas secas. Emite um chamado assobiado agudo e alto durante todo o ano. É mais facilmente escutado do que visto. No período reprodutivo canta mais, com o assobio emitido em duas ou três notas próximas.

Maria-ferrugem {field 25}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Deixe um comentário