Canário-do-campo – (Emberizoides herbicola)

Canário-do-campo

O canário-do-campo Emberizoides herbicola é uma ave da família Thraupidae. Também conhecido como cabo-mole, joão-mole e tibirro-do-campo.

Canário-do-campo {field 7}
  • Nome popular: Canário-do-campo
  • Nome inglês: Wedge-tailed Grass-Finch
  • Nome científico: Emberizoides herbicola
  • Família: Thraupidae
  • Sub-família: Emberizoidinae
  • Habitat: Ocorre em todo o Brasil e também na Venezuela, Colômbia, Guianas, Peru, Equador, Bolívia, Argentina, Uruguai e Paraguai. Há uma ssp. que ocorre entre a Costa Rica e o Panamá.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e sementes. Caça insetos e as sementes no chão ou no meio dos talos das gramíneas, ficando invisível, apesar do tamanho relativamente grande. Reproduzem-se de maio a setembro
  • Reprodução: Constroem o ninho em forma de taça, com hastes da grama seca e umas poucas raízes pequenas, entre o nível do solo e cerca de 30 cm de altura, entre as gramíneas. A fêmea bota 2 ou ovos brancos, com algumas manchas pretas na extremidade mais grossa
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Canário-do-campo {field 7}
Características:

Mede em média 20 centímetros e pesa 30 gramas, tem uma longa cauda graduada, que equivale a mais da metade do seu corpo. A cabeça, dorso e asas são listrados de preto. A face próximo aos olhos é acinzentada. Para cantar, o macho pousa em locais expostos, onde o forte riscado negro das costas destaca-se, bem como o bico, pontudo e amarelado com o bordo superior negro. À frente do olho, um pequeno semicírculo claro pode auxiliar na identificação, dependendo da luz. Partes inferiores cinza claro (amareladas no juvenil, em cujo bico falta o tom amarelo dos adultos). As pernas são amarelas ou rosadas e o ventre é pardo-esbranquiçado. A longa cauda (cerca de metade do comprimento total da ave) é capaz de identificá-lo à distância, especialmente quando pousa nos pendões mais altos das gramíneas ou galhos expostos dos arbustos.

Possui seis subespécies:

  • Emberizoides herbicola herbicola (Vieillot, 1817) – ocorre no sudeste do Peru, Bolívia, Paraguai, nordeste da Argentina e sudeste do Brasil.
  • Emberizoides herbicola sphenurus (Vieillot, 1818) – ocorre no norte da Colômbia, Venezuela, Guianas e norte do Brasil.
  • Emberizoides herbicola lucaris (Bangs, 1908) – ocorre na Costa Rica.
  • Emberizoides herbicola hypochondriacus (Hellmayr, 1906) – ocorre nos sopés do vulcão Chiquiri no oeste do Panamá até a região da cidade do Panamá.
  • Emberizoides herbicola floresae (Griscom, 1924) – ocorre nas montanhas do oeste do Panamá (monte Flores e vulcão Chiquiri).
  • Emberizoides herbicola apurensis (Gilliard, 1940) – ocorre na porção a leste dos Andes na Colômbia e no oeste da Venezuela.
Canário-do-campo {field 16}
Comentários:

Frequentam o cerrado ou a savana seca tropical o subtropical das terras baixas, com pastagens sazonalmente húmidos, com gramíneas, árvores esparsas e arbustos, principalmente onde a grama é alta e não está desgastada ou queimada, e também as florestas muito antigas degradadas. Com comportamento abertamente territorial, os casais vivem sendo extremamente fiéis a um território, que o macho defende contra qualquer aproximação dos outros machos da espécie

Canário-do-campo {field 16}
Referências & Bibliografia:
  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/canario-do-campo Acesso em 18 Março de 2014.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Can%C3%A1rio-do-campo Acesso em 31 de Outubro de 2014.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *