Bem-te-vi-barulhento – (Myiozetetes luteiventris)

Bem-te-vi-barulhento

O bem-te-vi-barulhento Tyrannidae é uma ave da família Tyrannidae. Ocorre no Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guianas, Peru, Suriname, e Venezuela.

Bem-te-vi-barulhento {field 32}
  • Nome popular: Bem-te-vi-barulhento
  • Nome inglês: Dusky-chested Flycatcher
  • Nome científico: Myiozetetes luteiventris
  • Família: Tyrannidae
  • Sub-família: Tyranninae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, em toda a região amazônica. Encontrado também na Bolívia, Colômbia, Equador, Guianas, Peru, Suriname, e Venezuela.
  • Alimentação: Alimenta-se principalmente de insetos outros artrópodes e também come frutos diversos.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho feito com fibras vegetais
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Bem-te-vi-barulhento {field 19}

Características:

Mede em média 14 centímetros de comprimento. Tem cabeça e costas acinzentados, a barriga amarela.

Bem-te-vi-barulhento {field 32}

Comentários:

Frequentam matas de terra firme e de várzea, áreas abertas arborizadas e matas úmidas, encontrada aos pares ou formando famílias. Pode ser mais comum em matas secundárias ou em capoeiras do que em matas primárias em decorrência da frutificação sazonal de certas árvores e arbustos.

Bem-te-vi-barulhento {field 11}

bem-te-vi-barulhento Áreas de ocorrência no Brasil.

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências

Deixe um comentário