Batuíra-bicuda – (Charadrius wilsonia)

Batuíra-bicuda

A batuíra-bicuda Charadrius wilsonia é uma ave da família Charadriidae. Ocorre no litoral do Brasil, do Amapá até a Bahia.

Batuíra-bicuda Foto – Nina Wenoli
  • Nome popular: Batuíra-bicuda
  • Nome inglês: Wilson’s Plover
  • Nome científico: Charadrius wilsonia
  • Família: Charadriidae
  • Habitat: Espécie parcialmente migrante, vindo dos Estados Unidos e México para passar o inverno no Brasil e Peru. Além disso, uma pequena população residente é conhecida no Brasil, sendo apontada como uma nova subespécie.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de caranguejos, mas também insetos e vermes marinhos. Procura seu alimento andando lentamente pela areia das praias.
  • Reprodução: Reproduz-se colocados os ovos diretamente nas dunas com vegetação esparsa das praias do Amapá até o litoral norte da Bahia. A reprodução se inicia no final de abril e vai até meados de novembro. Põe em média 2 ou 3 ovos em uma cavidade nas proximidades de restingas.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante. 
Batuíra-bicuda Foto – Nina Wenoli

Características:

Mede entre 16,5 cm e 19 cm de comprimento, com alto da cabeça e partes superiores marrons, fronte, garganta e partes inferiores brancas, colar nucal branco e bico negro.

São reconhecidas quatro subespécies:

  • Charadrius wilsonia wilsonia (Ord, 1814) – ocorre no leste dos Estados Unidos da América até o leste do México e Belize, nas Bahamas, Grandes Antilhas e no norte das Pequenas Antilhas; no inverno pode ser encontrado até o norte da América do Sul.
  • Charadrius wilsonia beldingi (Ridgway, 1919) – ocorre na costa do Oceano Pacifico do extremo noroeste do México (Baja California) até o Panamá e Equador, podendo alcançar ocasionalmente a região central do Peru.
  • Charadrius wilsonia cinnamominus (Ridgway, 1919) – ocorre na região costeira do norte da Colômbia até a Guiana Francesa; nas Antilhas, nas ilhas do nordeste da Venezuela, nas ilhas de Mustique e Granada e também na ilha de Trinidad.
  • Charadrius wilsonia crassirostris (Spix, 1825) – ocorre na costa do nordeste do Brasil desde o estado do Amapá até a Bahia.

(IOC World Bird List 2017; Aves Brasil CBRO 2015).

Batuíra-bicuda Foto – Nina Wenoli

Comentários:

Frequentam, praias, alagados, mangues e outros ambientes aquáticos.

Batuíra-bicuda Foto – Hilton Filho

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *