{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

A Família Accipitridae composta de aves de rapina, abundantes na América do Sul e com muitos gêneros restritos ao continente americano. Reúne espécies de pequeno, médio e grande porte e está representada em todos os biomas brasileiros. São predadores e atacam todos os tipos de presas por meio de técnicas variadas, conforme adaptações morfológicas próprias a cada espécie. Muitas espécies planam em correntes ascendentes a grande altura, ao lado de urubus e muitas desenvolvem hábitos migratórios, percorrendo grandes distâncias, especialmente quando oriundas do Hemisfério Norte. A maioria das espécies vive solitária ou aos casais e poucas desenvolvem hábitos gregários. Constroem os ninhos em forma de plataformas sobre árvores, escarpas rochosas ou no solo. Ocorrem também espécies com grande dimorfismo sexual e outras com plumagens similares em ambos os sexos, mas com diferenças consideráveis no tamanho, sendo os machos, usualmente, menores que as fêmeas.

A família Accipitridae é composta por 47 espécies.

  • Leptodon cayanensis (Latham, 1790) gavião-gato
  • Leptodon forbesi (Swann, 1922) gavião-gato-do-nordeste
  • Chondrohierax uncinatus (Temminck, 1822) caracoleiro
  • Elanoides forficatus (Linnaeus, 1758) gavião-tesoura
  • Gampsonyx swainsonii Vigors, 1825 gaviãozinho
  • Elanus leucurus (Vieillot, 1818) gavião-peneira
  • Harpagus bidentatus (Latham, 1790) gavião-ripina
  • Harpagus diodon (Temminck, 1823) gavião-bombachinha
  • Circus cinereus Vieillot, 1816 gavião-cinza
  • Circus buffoni (Gmelin, 1788) gavião-do-banhado
  • Accipiter poliogaster (Temminck, 1824) tauató-pintado
  • Accipiter superciliosus (Linnaeus, 1766) tauató-passarinho
  • Accipiter striatus Vieillot, 1808 tauató-miúdo
  • Accipiter bicolor (Vieillot, 1817) gavião-bombachinha-grande
  • Ictinia mississippiensis (Wilson, 1811) sovi-do-norte
  • Ictinia plumbea (Gmelin, 1788) sovi
  • Busarellus nigricollis (Latham, 1790) gavião-belo
  • Rostrhamus sociabilis (Vieillot, 1817) gavião-caramujeiro
  • Helicolestes hamatus (Temminck, 1821) gavião-do-igapó
  • Geranospiza caerulescens (Vieillot, 1817) gavião-pernilongo
  • Buteogallus schistaceus (Sundevall, 1850) gavião-azul
  • Buteogallus aequinoctialis (Gmelin, 1788) gavião-caranguejeiro
  • Buteogallus anthracinus (Deppe, 1830) gavião-caranguejeiro-negro
  • Heterospizias meridionalis (Latham, 1790) gavião-caboclo
  • Amadonastur lacernulatus (Temminck, 1827) gavião-pombo-pequeno
  • Urubitinga urubitinga (Gmelin, 1788) gavião-preto
  • Urubitinga coronata (Vieillot, 1817) águia-cinzenta
  • Rupornis magnirostris (Gmelin, 1788) gavião-carijó
  • Parabuteo unicinctus (Temminck, 1824) gavião-asa-de-telha
  • Parabuteo leucorrhous (Quoy & Gaimard, 1824) gavião-de-sobre-branco
  • Geranoaetus albicaudatus (Vieillot, 1816) gavião-de-rabo-branco
  • Geranoaetus melanoleucus (Vieillot, 1819) águia-serrana
  • Geranoaetus polyosoma (Quoy & Gaimard, 1824) gavião-de-costas-vermelhas
  • Pseudastur albicollis (Latham, 1790) gavião-branco
  • Pseudastur polionotus (Kaup, 1847) gavião-pombo
  • Leucopternis melanops (Latham, 1790) gavião-de-cara-preta
  • Leucopternis kuhli Bonaparte, 1850 gavião-vaqueiro
  • Buteo nitidus (Latham, 1790) gavião-pedrês
  • Buteo platypterus (Vieillot, 1823) gavião-de-asa-larga
  • Buteo brachyurus Vieillot, 1816 gavião-de-cauda-curta
  • Buteo swainsoni Bonaparte, 1838 gavião-papa-gafanhoto
  • Buteo albonotatus Kaup, 1847 gavião-urubu
  • Morphnus guianensis (Daudin, 1800) uiraçu
  • Harpia harpyja (Linnaeus, 1758) gavião-real
  • Spizaetus tyrannus (Wied, 1820) gavião-pega-macaco
  • Spizaetus melanoleucus (Vieillot, 1816) gavião-pato
  • Spizaetus ornatus (Daudin, 1800) gavião-de-penacho

Famílias

Topo