Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
O sovi é uma ave da família Accipitridae. Também conhecido como gavião-pombinha e gavião-sauveiro. Ocorre do México até a Argentina em todos os países da América Central e do Sul.
  • Nome popular: Sovi
  • Nome inglês: Plumbeous Kite
  • Nome científico: Ictinia plumbea
  • Família: Accipitridae
  • Habitat: Ocorre desde o México até a Bolívia, Paraguai, Argentina e por todo o Brasil, exceto as regiões mais secas do nordeste.
  • Alimentação: Alimenta-se principalmente em revoadas de formigas, cupins e outros insetos, os quais captura com os pés e come ainda em pleno vôo. Também captura pequenas presas na copa da floresta e pequenos lagartos e cobras no chão.
  • Reprodução: Constrói um ninho pequeno com ramos e galhos de árvore, podendo aproveitar o mesmo ninho por várias temporadas. Põe de 1 a 2 ovos, com período de incubação de 30 a 32 dias, ambos os pais participam da construção do ninho e incubação. Sendo parcialmente migratório, reproduz-se no Pantanal, Goiás, Sul, Sudeste e na Amazônia. O macho faz exibições aéreas no período da reprodução.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Edgard Thomas
Sovi
Foto – Edgard Thomas
Sovi

Características:

Mede cerca de 34 cm de comprimento.Tem asas estreitas e compridas. Inteiramente cinza-ardósia, com a face interior das primárias intensamente castanha. Olhos vermelhos, pernas alaranjadas. O indivíduo imaturo apresenta as partes inferiores brancas estriadas, tendo manchado também de branco o vértice.

Comentários:

Frequenta bordas de florestas densas, capoeiras altas e florestas de galeria. Vive solitário, aos pares ou mesmo em bandos, às vezes misturado a outras espécies de gaviões. É muito agressivo e territorial contra outros gaviões que passam próximo ao ninho. Nesse período, emite com frequência um assobio fino e curto, um som parecendo vir de um passarinho e não de um gavião.
Foto – Flávio Pereira
Sovi
Foto – Claudio Lopes
Sovi
Referências Bibliográficas: FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda. │SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997 │ WikiavesAves de Rapina Brasil
Topo