Login

A Família Apodidae engloba os teperuçus e os andorinhões são aves em sua morfologia semelhantes às andorinhas por convergência adaptativa, os andorinhões apresentam asas longas em forma de foice. São grandes voadores e capturam em pleno ar os insetos que compõem sua dieta básica. Voam até em tempestades, quando os ventos e a chuva forte forçam outras aves a procurarem refúgio. Nidificam em escarpas rochosas, construções humanas, como chaminés ou atrás de cortinas d'água em cachoeiras. Constroem o ninho em forma de plataforma, composto de musgo, lama, penas, matéria vegetal e também saliva. Diferente das andorinhas, não conseguem pousar em galhos e fios elétricos, dependurando-se em superfícies verticais graças às suas adaptações especiais nos pés e na cauda.

  • Apodidae Olphe-Galliard, 1887
  • Cypseloides cryptus Zimmer, 1945 taperuçu-de-mento-branco
  • Cypseloides niger (Gmelin, 1789) taperuçu-escuro
  • Cypseloides lemosi Eisenmann & Lehmann, 1962 taperuçu-de-peito-branco
  • Cypseloides fumigatus (Streubel, 1848) taperuçu-preto
  • Cypseloides senex (Temminck, 1826) taperuçu-velho
  • Streptoprocne phelpsi (Collins, 1972) taperuçu-dos-tepuis
  • Streptoprocne zonaris (Shaw, 1796) taperuçu-de-coleira-branca
  • Streptoprocne biscutata (Sclater, 1866) taperuçu-de-coleira-falha
  • Chaetura spinicaudus (Temminck, 1839) andorinhão-de-sobre-branco
  • Chaetura cinereiventris Sclater, 1862 andorinhão-de-sobre-cinzento
  • Chaetura egregia Todd, 1916 taperá-de-garganta-branca
  • Chaetura pelagica (Linnaeus, 1758) andorinhão-pelágico
  • Chaetura chapmani Hellmayr, 1907 andorinhão-de-chapman
  • Chaetura viridipennis Cherrie, 1916 andorinhão-da-amazônia
  • Chaetura meridionalis Hellmayr, 1907 andorinhão-do-temporal
  • Chaetura brachyura (Jardine, 1846) andorinhão-de-rabo-curto
  • Aeronautes montivagus (d'Orbigny & Lafresnaye, 1837) andorinhão-serrano
  • Tachornis squamata (Cassin, 1853) andorinhão-do-buriti
  • Panyptila cayennensis (Gmelin, 1789) andorinhão-estofador

Famílias

Topo