Asa-de-sabre-da-guiana – (Campylopterus largipennis)

Asa-de-sabre-da-guiana

O asa-de-sabre-da-guiana Campylopterus largipennis é uma ave da família Trochilidae. Ocorre no Brasil, Guianas, Venezuela, Colombia e Bolívia.

Asa-de-sabre-da-guiana {field 20}
  • Nome popular: Asa-de-sabre-da-guiana
  • Nome inglês: Gray-breasted Sabrewing
  • Nome científico: Campylopterus largipennis
  • Família: Trochilidae
  • Sub-família: Trochilinae
  • Habitat: Ocorre no norte do Brasil, ao norte do rio Amazonas, nos estados do Amazonas, Roraima, Pará e Amapá. Encontrado também nas Guianas, Venezuela, Colombia e Bolívia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente do néctar das flores, mas come também pequenos artrópodes. Paira no ar capturando insetos.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho em forma de uma tigela sólida feita de paina ou outro material macio. A parede externa é atapetada de fragmentos de folha, musgo, líquens, etc., colados firmemente com teias de aranha. O ninho é posicionado sobre um ramo ou preso a uma folha de palmeira a uma altura de aproximadamente 1 metro do solo, sempre perto de água corrente ou de uma cachoeira. Põe em média 2 ovos brancos. Os filhotes deixam o ninho após 22 dias, aproximadamente.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Asa-de-sabre-da-guiana {field 11}

Características:

Mede em média12 cm de comprimento. Tem a asa angulada na altura da mão devido à raque muito alargada das primárias externas, dando um aspecto de sabre. Cabeça e partes superiores verde brilhante, inclusive as retrizes centrais; pequena mancha branca pós ocular; partes inferiores cinza escuras uniforme; cauda com os três pares laterais azul aço escuro, com pontas brancas, estas com 17mm de comprimento nos dois pares externos e 10mm no terceiro par, sendo o quarto par quase todo verde. Bico preto ligeiramente curvado; pés pretos. Fêmea semelhante ao macho, mas sem as raques das primárias alargadas.

Asa-de-sabre-da-guiana {field 23}

Comentários:

Frequentam matas de várzea, de transição, de terra firme e de galeria. Vive solitário ou aos pares sugando o néctar das flores ou vasculhando teias de aranha para roubar os insetos capturados pela teia. Tem voo pesado e frequentam o estrato médio e inferior das florestas. Tem o hábito de pousar em ramos abertos e visíveis. Os machos podem se reunir em grupos de 2 a 4 para cantar.

Asa-de-sabre-da-guiana {field 25}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Deixe um comentário