Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
O bico-chato-de-orelha-preta Tolmomyias sulphurescens é uma ave da família Rhynchocyclidae. Possui a região dorsal verde, margens das asas amarelas, região ventral amarelo-pálida com coroa acinzentada e mancha auricular escura, corre em todo o território brasileiro.
  • Nome popular: Bico-chato-de-orelha-preta
  • Nome inglês: Yellow-olive Flycatcher
  • Nome científico: Tolmomyias sulphurescens
  • Família: Rhynchocyclidae
  • Habitat: É comum em todo o Brasil, com ocorrência mais acentuada na região sudeste.
  • Alimentação: Alimenta-se de insetos caçados entre a folhagem ou eventualmente em vôo.
  • Reprodução: Faz o ninho dependurado, com entrada lateral por um pequeno túnel, põe em média 2 a 3 ovos incubados geralmente pela fêmea, embora o macho também participe, mas com menos frequência.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
bico-chato-de-orelha-preta
Foto – Edgard Thomas
bico-chato-de-orelha-preta
Características: Mede cerca 14 cm, pode-se notar a cor acinzentada da cabeça, onde se ressalta uma área branca ao redor dos olhos e à frente, até o bico. Na ave adulta, o olho é cinza claro, característica ótima para identificá-la (no juvenil, olho marrom). O bico é branco em baixo e escuro em cima, outro detalhe importante na determinação. Garganta clara. Nas asas, duas faixas amareladas, com as penas longas de vôo com a borda clara. Barriga amarelada, com o peito levemente acinzentado.
Comentários: O canto é chamativo e, depois de aprendido, fica mais fácil localizar a ave. Canta o ano inteiro, sendo que de julho a dezembro emite o chamado durante todo o dia. Fica ativo até nas horas mais quentes do dia, com seu assobio alto, composto de duas ou três notas agudas. Em geral, o primeiro é mais curto, com os seguintes um pouco mais demorados, sempre espaçados entre si. Há variação individual no timbre, no espaçamento e no número de notas. Insetívoro da parte média da mata seca e cerradão, ocasionalmente em manchas mais largas de mata ciliar em área sem inundação. Comum nos ambientes típicos, difícil de ser observado pela camuflagem da cor olivácea do corpo com a folhagem. Pousa em locais expostos (galhos e cipós), mas o comportamento de ficar parado à espera de uma presa passando também dificulta a localização. Depois de visualizado, é fácil de ser seguido, por dar pequenos vôos até o próximo poleiro. Territorial, vive solitário ou em casais. É residente o ano todo no mesmo local
Foto – Edgard Thomas
bico-chato-de-orelha-preta
Foto – Afonso de Bragança
bico-chato-de-orelha-preta
Referências Bibliográficas: WikiAves / Wikipedia
Topo