Xexéu – (Cacicus cela)

Xexéu

O xexéu Cacicus cela é uma ave da família Icteridae. Ocorre no Brasil, Colômbia, Venezuela, Guianas, Bolívia, Panamá, Equador e Peru.

Xexéu {field 23}
  • Nome popular: Xexéu
  • Nome inglês: Yellow-rumped Cacique
  • Nome científico: Cacicus cela
  • Família: Icteridae
  • Sub-família: Cacicinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, em toda a Amazônia, estendendo-se para o sul até o Mato Grosso do Sul e São Paulo, e também no nordeste, do Maranhão ao noroeste do Ceará e do Rio Grande do Norte ao sul da Bahia. Encontrado também no Panamá, Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de frutos e sementes. Ocasionalmente saqueia ninhos de outras aves. Tem predileção pelas mangas – Mangifera indica, frequentando com assiduidade e em grandes grupos os mangueirais urbanos.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho de folhas de palmeiras, gravetos e capim com a forma de uma bolsa pendurada com 40 a 70cm de comprimento. Os ninhos ficam agrupados em colônias, instaladas frequentemente em árvores baixas, algumas vezes sobre a água, nos galhos em que haja a presença de formigueiros e de alguns vespeiros. Às vezes os ninhos podem estar na mesma árvore que os de japus, porém é mais comum estarem em uma árvore adjacente ou isolados. Põe em média 2 ou 3 ovos branco azulados com manchas, pontos e listras marrom-escuras ou pretas, tem em média 2 ou 3 ninhadas por temporada.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Xexéu {field 23}

Características:

O macho mede em média entre 27 a 29 cm de comprimento e a fêmea entre 22 e 25 cm, pesa de 60 a 98 g. O imaturo é de cor de fuligem em vez de negra. As fêmeas são bem menores que os machos. O canto é tão variado que as vezes causa a impressão de um coro de vários exemplares.

Possui três subespécies:

  • Cacicus cela cela (Linnaeus, 1758) – ocorre da Colômbia até a Venezuela, nas Guianas, na Amazônia brasileira até o Mato Grosso do Sul, Nordeste do Brasil até o Norte de Minas e no Leste da Bolívia;
  • Cacicus cela vitellinus (Lawrence, 1864) – ocorre da região tropical Leste do Panamá, até o Norte da Colômbia. O amarelo é mais forte, sendo quase alaranjado. Mancha amarela nas asas é muito menor.
  • Cacicus cela flavicrissus (P. L. Sclater, 1860) – ocorre da região tropical do Oeste do Equador até o extremo Noroeste do Peru, na região de Tumbes. Muito parecido com a forma anterior, sendo menor.
Xexéu {field 11}

Comentários:

Frequenta bordas de florestas principalmente de várzea, campos com árvores, cerrados e florestas de galeria. Vive em bandos de tamanhos variáveis.

Xexéu {field 23}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *