Periquitão – (Psittacara leucophthalmus)

O Periquitão Psittacara leucophthalmus, é uma ave da família Psittacidae, também conhecido por Aratinga-de-bando. Ocorre em quase toda a América do Sul.
Periquitão {field 5}
  • Nome popular: Periquitão
  • Nome inglês: White-eyed Parakeet
  • Nome científico: Psittacara leucophthalmus
  • Família: Psittacidae
  • Habitat: Encontrado em quase todo o Brasil, ocorrendo em florestas e até cidades. É uma ave adaptável a ambientes alterados pelo homem e em alguns locais pode ser considerada uma espécie sinantrópica. É encontrado a leste dos Andes, estendendo-se até o litoral, e desde a Colômbia e Venezuela até o norte da Argentina e Uruguai, incluindo parte da Amazônia.
  • Alimentação: Alimenta-se principalmente de frutos e sementes.
  • Reprodução: Nidificam geralmente em ocos de pau, palmeiras de buriti, paredões de pedra, e também embaixo de telhados de edificações humanas, o que ajuda muito na sua ocupação de espaços urbanos. Mantêm-se discretos quando nidificam em habitações, chegando e saindo do ninho silenciosamente e esperando pousados em árvores até que possam voar para o ninho sem serem percebidos. Como a maior parte dos psitacídeos, não coletam materiais para a construção do ninho, colocando e chocando os ovos diretamente sobre o solo do local de nidificação.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Periquitão {field 5}
Características:

Possui a cabeça com forma “oval”. Coloração geral verde com os lados da cabeça e pescoço com algumas penas vermelhas, apenas as coberteiras inferiores pequenas da asa são vermelhas, sendo as grandes inferiores amarelas, chamando muito a atenção em voo, região perioftálmica nua e branca, íris laranja, bico cor de chifre clara, pés acinzentados. Tem tamanho médio de 32 cm.

Possui três subespécies reconhecidas:
  • Psittacara leucophthalmus leucophthalmus sp;(Statius Muller, 1776) – ocorre da Venezuela, Guianas, Brasil, na Bolívia, no Paraguai, norte da Argentina até o Uruguai;
  • Psittacara leucophthalmus callogenys;(Salvadori, 1891) – ocorre no sudeste da Colômbia até o leste do Equador, noroeste do Peru e no extremo norte do Brasil ao sul do Rio Amazonas;
  • Psittacara leucophthalmus nicefori;(Meyer de Schauensee, 1946) – conhecido apenas um único exemplar tipo, capturado em Guaicaramo, na fronteira entre Cundinamarca–Meta na região central da Colômbia.
Periquitão {field 5}
Comentários:

Frequenta florestas úmidas, semi-úmidas, pântanos, florestas de galeria e palmares de buriti nas planícies, até 2500 metros. Não frequenta regiões com rios de águas escuras, e em geral encontra-se em terras baixas. Voa em bandos de 5 a 40 indivíduos. Dorme coletivamente em variados lugares.

Periquitão {field 5}
Referências & Bibliografia:
  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/periquitao Acesso em 08 Setembro de 2011.
  • Wikipédia – disponível em : https://pt.wikipedia.org/wiki/Periquit%C3%A3o-maracan%C3%A3 Acesso em 22 de Maio de 2011