Chororó-do-pantanal – (Cercomacra melanaria)

O chororó-do-pantanal Cercomacra melanaria é uma ave da família Thamnophilidae. Espécie endêmica do pantanal, ocorre no Brasil exclusivamente no Pantanal. Encontrado também no Paraguai e Bolívia.

Chororó-do-pantanal {field 32}
  • Nome popular: Chororó-do-pantanal
  • Nome inglês: Mato Grosso Antbird
  • Nome científico: Cercomacra melanaria
  • Família: Thamnophilidae
  • Sub-família: Thamnophilinae
  • Habitat: Ocorre no Pantanal, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
  • Alimentação: Alimentam-se basicamente de insetos e outros artrópodes, geralmente caçados no sub-bosque.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho em forma de uma xícara funda. É feito utilizando fibra vegetal, muitas vezes com pelo animal, em forquilha de árvores, principalmente Vochysia divergens. Os filhotes não possuem dimorfismo sexual, apresentando semelhança com a plumagem da fêmea. O período reprodutivo vai de agosto a novembro, no início da estação chuvosa. Machos e fêmeas participam da confecção dos ninhos. Nessa fase de confecção é comum observar o macho capturando insetos e oferecendo-os para a fêmea. Tanto os machos quanto as fêmeas incubam os ovos e alimentam os filhotes. A espécie seleciona sítios de nidificação com vegetação mais densa.
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Chororó-do-pantanal {field 32}

Características:

Mede em média 16 cm de comprimento. Esguio, de bico fino. Macho preto retinto; manchinha branca nas costas, coberteiras das asas com orlas brancas bem evidentes, penas da cauda com ponta branca. Fêmea cinza por cima, asa e cauda como no macho; por baixo, cinza-claro.

Chororó-do-pantanal {field 32}

Comentários:

Frequentam mata de galeria e cerradão, no Pantanal. Também podem ser encontrados em formações savânicas que sofrem efeito sazonal de inundação. Vive em casal, saltitando na vegetação baixa densa, às vezes junto com bandinhos mistos bem dispersos. Indivíduos da espécies aparentam predileção por Vochysia divergens (Cambará / Cambará-de-Mato-Grosso), esta que é frequentemente utilizada como poleiro e substrato para nidificação.

Chororó-do-pantanal {field 32}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências