Batuíra-de-coleira-dupla – (Charadrius falklandicus)

Batuíra-de-coleira-dupla

A batuíra-de-coleira-dupla Charadrius falklandicus é uma ave da família Charadriidae. Ocorre no Brasil, Argentina, Chile e ilhas Malvinas.

Batuíra-de-coleira-dupla {field 32}
  • Nome popular: Batuíra-de-coleira-dupla
  • Nome inglês: Two-banded Plover
  • Nome científico: Charadrius falklandicus
  • Família: Charadriidae
  • Habitat: Espécie migrante vindo do sul do continente, encontrado no Rio Grande do Sul. Durante o inverno, alcança o litoral sul de São Paulo. Encontrado também na Argentina, Chile e ilhas Malvinas.
  • Alimentação: Alimentam-se de uma grande variedade de insetos e outros invertebrados encontrados entre a vegetação costeira e algas.
  • Reprodução: Reproduz-se ao sul do continente, sendo que uns poucos casais podem nidificar na Lagoa do Peixe, no Rio Grande do Sul. Os ninhos são feitos em arranhões superficiais em pastagens ou atrás da praia. Põe em média entre 2 e 4 ovos a partir de outubro, com período de incubação de 4 semanas. Os filhotes abandonam o ninho cedo, e muitas vezes são vistos correndo ao longo da praia acompanhado por seus pais.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Batuíra-de-coleira-dupla {field 32}

Características:

Mede em média entre 17 e 19 centímetros de comprimento e pesa entre 62 e 72 gramas. Pode ser facilmente reconhecida pelo duplo colar peitoral, que dá origem ao seu nome popular.

Batuíra-de-coleira-dupla {field 32}

Comentários:

Frequentam estuários, lagos de água doce, pântanos salinos, costões rochosos e praias arenosas. Parte da população migra para o norte no inverno e alguns indivíduos atingem o Uruguai e sul do Brasil. Encontrado só ou em pequenos grupos, e às vezes associado com outros maçaricos.

Batuíra-de-coleira-dupla {field 29}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *