Ferreirinho-estriado – (Todirostrum maculatum)

O ferreirinho-estriado Todirostrum maculatum é uma ave da família Rhynchocyclidae. Ocorre no Brasil, Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.

Ferreirinho-estriado {field 20}
  • Nome popular: Ferreirinho-estriado
  • Nome inglês: Spotted Tody-Flycatcher
  • Nome científico: Todirostrum maculatum
  • Família: Rhynchocyclidae
  • Sub-família: Todirostrinae
  • Habitat: Ocorre em toda a Amazônia brasileira. Encontrado também nas Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, larvas e outros pequenos artrópodes.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho em forma globular, com entrada lateral, geralmente nas proximidades de ninhos de vespas. Põe 2 ovos brancos com pontos avermelhados.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Ferreirinho-estriado {field 11}

Características:

Mede em média 9 cm de comprimento. Tem a íris amarelo alaranjada nos adultos e cinza nos jovens; cabeça cinza e dorso oliváceo; garganta branca e partes inferiores amarelas; a garganta, o peito e as laterais são estriados de preto, sendo estas estrias menos pronunciadas nos jovens.

Tem cinco subespécie reconhecidas:

  • Todirostrum maculatum maculatum (Desmarest, 1806) : Guiana Francesa com o Suriname e NE da Amazônia no Brasil (AP);
  • Todirostrum maculatum signatum (P. L. Sclater & Salvin, 1881) : SE Colômbia, NE do Equador, L do Peru, até o N da Bolívia e NO do Brasil (AM);
  • Todirostrum maculatum amacurense (Eisenmann & W. H. Phelps, 1971) : Extremo NE da Venezuela e N da Guiana e Trinidad;
  • Todirostrum maculatum diversum (Zimmer, 1940) : Amazônia Central brasileira.
  • Todirostrum maculatum annectens: Região das bacias dos rios Negro e Branco (AM, RR);
Ferreirinho-estriado {field 23}

Comentários:

Frequenta a copa de arbustos e árvores ao longo de rios e lagos, bordas de florestas, jardins e quintais em áreas urbanas. Vive aos pares, buscando insetos ativamente na folhagem densa, o que o torna difícil de ser visto, embora seu canto seja ouvido com frequência. O casal costuma cantar junto, em dueto.

Ferreirinho-estriado {field 23}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências