Andorinha-chilena – (Tachycineta leucopyga)

A andorinha-chilena Tachycineta leucopyga é uma ave da família Hirundinidae. Ocorre no Brasil, Chile, Bolivia, Paraguai e Argentina.

Andorinha-chilena {field 20}
  • Nome popular: Andorinha-chilena
  • Nome inglês: Chilean Swallow
  • Nome científico: Tachycineta leucopyga
  • Família: Hirundinidae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, nos estados de Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Migra durante o inverno austral para a regiões Sul e Sudeste entre julho e setembro. Encontrado também no Chile, Bolivia, Paraguai e Argentina.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, caçados em voo.
  • Reprodução: Reproduz-se na Patagônia, Argentina e Chile.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Andorinha-chilena {field 11}

Características:

Mede em média 12 cm de comprimento e pesa cerca de 17 g. Tem as partes superiores de coloração azul metálico profundo, com a rabadilha na cor branca; algumas penas na rabadilha podem ter uma pequena mancha escura ao longo do eixo. A parte inferior da cauda é negra. O loro é negro, embora, por vezes, existam algumas penas brancas sobre o bico; a região auricular é preta com um brilho azul. As penas do peito inferior, especialmente aquelas no flanco, têm bases escuras, que as vezes produzem uma marca escura estreita nos lados do peito. As rêmiges primárias são preto acastanhadas, as rêmiges secundárias interiores apresentam as bordas das pontas com uma estreita faixa brancas. a parte inferior da asa é acinzentada. Cauda ligeiramente bifurcada. A íris é marrom escura e o bico, tarsos e pés são pretos.

Andorinha-chilena {field 19}

Comentários:

Frequenta áreas abertas, campos próximos ao oceano, banhados, açudes, lagoas e pastagens artificiais.

Andorinha-chilena {field 12}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências