Saíra-galega – (Hemithraupis flavicollis)

A saíra-galega Hemithraupis flavicollis é uma ave da família Thraupidae. Ocorre no Brasil, Panamá, Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.

Saíra-galega {field 18}
  • Nome popular: Saíra-galega
  • Nome inglês: Yellow-backed Tanager
  • Nome científico: Hemithraupis flavicollis
  • Família: Thraupidae
  • Sub-família: Hemithraupinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil em quase toda a Amazônia e de Pernambuco ao Rio de Janeiro no faixa litorânea.Encontrado também no Panamá, Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de frutos e insetos, caçados ativamente em meio á folhagem.
  • Reprodução:
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Saíra-galega {field 18}

Características:

Mede em média 14 cm comprimento. O macho é preto acima, com a região inferior das costas amarela, partes inferiores brancas, marcadas de preto, e garganta amarela e a fêmea é verde-olivácea acima e amarela nas partes inferiores.

Possui onze subespécies:

  • Hemithraupis flavicollis flavicollis (Vieillot, 1818) – ocorre no Suriname, Guiana Francesa e na região adjacente do Brasil ao Norte do Rio Amazonas;
  • Hemithraupis flavicollis ornata (Nelson, 1912) – ocorre na região tropical Leste do Panamá, na região de Darién e no extremo Noroeste da Colômbia;
  • Hemithraupis flavicollis albigularis (P. L. Sclater, 1855) – ocorre na Colômbia, no alto Rio Sinú, no baixo Vale do Rio Cauca, e na porção media do Vale Magdalena;
  • Hemithraupis flavicollis peruana (Bonaparte, 1851) – ocorre da região Central da Colômbia até o Leste do Equador e no Nordeste do Peru, ao Norte do Rio Marañón;
  • Hemithraupis flavicollis aurigularis (Cherrie, 1916) – ocorre do extremo Sudoeste da Colômbia até o Sul Venezuela e no Norte do Brasil;
  • Hemithraupis flavicollis hellmayri (Berlepsch, 1912) – ocorre do Sudeste da Venezuela até o Oeste da Guiana, nos montes Merumé.
  • Hemithraupis flavicollis sororia (Zimmer, 1947) – ocorre no Norte do Peru, ao Sul do Rio Marañón;
  • Hemithraupis flavicollis centralis (Hellmayr, 1907) – ocorre do Sudeste do Peru até o Norte da Bolívia e na região Central do Brasil;
  • Hemithraupis flavicollis obidensis (Parkes & Humphrey, 1963) – ocorre do Norte do Brasil, ao longo da margen Norte do baixo Rio Amazonas no Pará;
  • Hemithraupis flavicollis melanoxantha (Lichtenstein, 1823) – ocorre no Leste do Brasil, do estado de Pernambuco até o estado da Bahia;
  • Hemithraupis flavicollis insignis (P. L. Sclater, 1856) – ocorre no Sudeste do Brasil, nos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro.
Saíra-galega {field 18}

Comentários:

É comum na copa e nas bordas de florestas úmidas, tanto de terra firme como de várzea e, eventualmente, em clareiras adjacentes. Junta-se com freqüência a bandos mistos, permanecendo muito alto, o que a torna difícil de ser observada. 

Saíra-galega {field 18}

Referências & Bibliografia:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/saira-galega Acesso em 18 Março de 2010.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sa%C3%ADra-galega Acesso em 31 de Outubro de 2010.