Pintadinho – (Drymophila squamata)

O pintadinho Drymophila squamata é uma ave da família Thamnophilidae. Conhecido também como formigueiro-escamoso e papa-formiga. É endêmica do Brasil, habitando a costa de Alagoas a Santa Catarina.

Pintadinho {field 18}
  • Nome popular: Pintadinho
  • Nome inglês: Scaled Antbird
  • Nome científico: Drymophila squamata
  • Família: Thamnophilidae
  • Sub-família: Thamnophilinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil próximo á costa desde Alagoas até Santa Catarina.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, pequenas lagartas e larvas, caçados em meio á folhagem de pequenas arvores e arbustos.
  • Reprodução: Constrói o ninho em formato de taça com fibras vegetais e musgos, a pouca altura em arbustos geralmente na mata fechada, põe em média 3 ovos por ninhada.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Pintadinho {field 18}

Características:

Mede em média 13 centímetros de comprimento e pesa entre 10,5 e 11,0 gramas. O macho é preto com a parte superior com manchas brancas e o supercílio branco. Possui ainda duas barras brancas nas asas e a cauda barrada de branco. A parte inferior é branca com manchas pretas em destaque. A fêmea possui um padrão similar mas o preto é substituído por marrom e o branco por amarelo esbranquiçado.

Possui duas subespécies reconhecidas

  • Drymophila squamata squamata (Lichtenstein, 1823) – ocorre no nordeste do Brasil do estado de Alagoas até a Bahia.
  • Drymophila squamata stictocorypha (Boucard & Berlepsch, 1892) – ocorre no sudeste do Brasil de Minas Gerais até o nordeste do estado de Santa Catarina. Esta subespécie difere da espécie nominal por possuir muitas pintas na coroa.

(IOC World Bird List 2017; Aves Brasil CBRO 2015).

Pintadinho {field 18}

Comentários:

Frequenta matas de baixada entre 0 e 300 metros, raramente atingindo 900 metros de altitude. Adentra a restinga arbórea parcialmente alagada, com sub-bosque tomado por soqueiras densas de helicônias ou emaranhados de bambu. Habita as matas de restinga (Sudeste) e de tabuleiro (Nordeste), no emaranhado de taquaras e bromélias. É uma das aves mais fáceis de ouvir nas matas de restinga, no litoral paulista. O macho canta o dia todo no interior da mata, marcando bem seu território e não permitindo que outros machos invadam seus domínios. Constantemente são vistos em casais, mas a fêmea costuma ser mais reclusa e tímida. Estão o tempo todo em contato vocal, emitindo alguns chamados curtos e agudos, respondido com um pio trêmulo pelo parceiro.

Pintadinho {field 18}

Referências & Bibliografia:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/pintadinho Acesso em 28 Março de 2009.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pintadinho Acesso em 13 de Agosto de 2008.