Cigarra-do-campo – (Neothraupis fasciata)

A cigarra-do-campo Neothraupis fasciata é uma ave da família Thraupidae. Ocorre na Bolívia, Paraguai e no Brasil.

Cigarra-do-campo Foto – Edgard Thomas
  • Nome popular: Cigarra-do-campo
  • Nome inglês: White-banded Tanager
  • Nome científico: Neothraupis fasciata
  • Família: Thraupidae
  • Subfamília: Thraupinae
  • Habitat: Ocorre na Bolívia, Paraguai e no Brasil, nos estados do Amapá, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.
  • Alimentação: Alimenta-se de insetos, sementes e frutos, normalmente no chão ou em arbustos.
  • Reprodução: Constrói o ninho em forma de taça, chocando 3 ovos em média. Nos cuidados com a prole, o casal pode receber auxílio de indivíduos juvenis nascidos no ano anterior. Nidifica em outubro e novembro.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Cigarra-do-campo Foto – Edgard Thomas

Características:

Mede 16 cm de comprimento. Ao contrário da maioria das espécies da família Thraupidae, esse tiê é característico do Cerrado. Fácil de identificar pela máscara escura ao redor dos olhos e a garganta branca, a coloração é mais viva no macho do que na fêmea, especialmente, a máscara: negra no macho e cinza-escura na fêmea.

Cigarra-do-campo Foto – Edgard Thomas

Comentários:

Espécie endêmica do Bioma Cerrado, vive aos pares ou em grupos de três à sete indivíduos nos cerrados, cerradões e campos limpos. Chega a ocupar áreas alteradas de cerrado próximo à áreas urbanas. Um membro do grupo atua como sentinela, pousado em um galho exposto, enquanto os outros membros se alimentam no solo. Frequentemente estão juntos a outras espécies de aves, que podem se beneficiar de seu comportamento de sentinela. Comunicam-se por meio de chamados curtos “tsipé-tsipá”. Esse chamado é semelhante ao do graveteiro, mais alto e mais longo que nesse último. O macho só canta durante a época de reprodução e defende seu território agressivamente contra intrusos.

Cigarra-do-campo Foto – Claudio Lopes

Referências bibliográficas:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em http://www.wikiaves.com.br/cigarra-do-campo Acesso em 11 mai.2011.