Chincoã-pequeno – (Coccycua minuta)

O chincoã-pequeno Coccycua minuta é uma ave da família Cuculidae. Ocorre no Brasil, Colômbia, Venezuela, Peru, Bolívia, Panamá, Equador e Guianas.

Chincoã-pequeno {field 11}
  • Nome popular: Chincoã-pequeno
  • Nome inglês: Little Cuckoo
  • Nome científico: Coccycua minuta
  • Família: Cuculidae
  • Sub-família: Cuculinae
  • Habitat: Ocorre na Amazônia brasileira, e parte do Cerrado nos estados do Centro-Oeste até São Paulo.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, aranhas e lagartas. Eventualmente segue formigas-de-correição.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho feito de gravetos em formato de xícara, em arbustos densos. Põe em média de 2 a 4 ovos brancos.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Chincoã-pequeno {field 23}

Características:

Mede em média 28 cm de comprimento. Muito parecido com a alma-de-gato – Piaya cayana mas bem menor, sua vocalização lembra a de uma perereca. Tem o bico bem mais amarelado que o da Piaya cayana, diferindo desta também pela plumagem do peito que traz mais castanho que cinzento.

Possui quatro subespécies:

  • Coccycua minuta minuta (Vieillot, 1817) – ocorre do leste da Colômbia até a Venezuela, nas Guianas, na Amazônia brasileira e no Peru;
  • Coccycua minuta chaparensis (Cherrie, 1916) – ocorre no norte da Bolívia, nas regiões de Cochabamba e Santa Cruz;
  • Coccycua minuta panamensis (Todd, 1912) – ocorre no leste do Panamá e no norte da Colômbia, no oeste do Golfo de Urabá;
  • Coccycua minuta gracilis (Heine, 1863) – ocorre na Colômbia a oeste da Cordilheira dos Andes na região do Vale de Colca e no Vale de Magdalena; e no oeste do Equador.
Chincoã-pequeno {field 25}

Comentários:

Frequenta bordas de florestas, capoeiras altas e margens de rios. Passa facilmente desapercebido em meio aos arbustos, descendo ao chão com frequência.

Chincoã-pequeno {field 19}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências