Calcinha-branca – (Atticora tibialis)

O calcinha-branca Atticora tibialis é uma ave da família Hirundinidae. Ocorre no Brasil, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Equador, Guianas e Panamá.

Calcinha-branca {field 25}
  • Nome popular: Calcinha-branca
  • Nome inglês: White-thighed Swallow
  • Nome científico: Atticora tibialis
  • Família: Hirundinidae
  • Habitat: Ocorre no Brasil nos estados do Pará, Amazonas, Tocantins, Mato Grosso, Goiás, Acre e na zona litorânea, do sul da Bahia ao Paraná. Encontrado também na Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Equador, Guianas e Panamá.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos caçados em voos rasantes. Procura alimento nas bordas de floresta perto da água, acima do dossel da floresta, e mesmo em torno de fazendas e ao longo das estradas. É geralmente visto em pares ou em pequenos bandos.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo o ninho nas cavidades de árvores, tocas abandonadas, paredões rochosos, eventualmente em estruturas humanas. O ninho apresenta formato de tigela e é construído com grama seca. Dormem em paredões rochosos, em ocos de paus secos ou nas galerias em barrancos de rios. ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Calcinha-branca {field 25}

Características:

Mede em média 12 cm de comprimento e pesa cerca de 10 gramas. Tem predominância de cor cinza pardacenta com calções brancos que podem ser visíveis quando a ave está empoleirada, mas geralmente é difícil ver no campo. Esta característica é responsável pelo seu nome comum mais popular. As bochechas são cinza amarronzadas, e os lores são negros. A região que compreende seu uropígio e porções inferiores são de coloração mais clara que as cores da porção superior da ave. Asas e cauda são marrom escuro. A cauda é ligeiramente bifurcada. Os juvenis são similares aos adultos da espécie, mas apresentam na porção inferior penas com as bordas pálidas. O bico, olhos, pernas e pés são marrom escuro.

Possui três subespécies reconhecidas:

  • Atticora tibialis tibialis (Cassin, 1853) – ocorre no leste do Brasil desde o sul do estado da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro até o estado de São Paulo.
  • Atticora tibialis griseiventris (Chapman, 1924) – ocorre nas regiões sul e sudeste da Venezuela, no leste e sul da Colômbia, leste do Equador, leste do Peru, oeste do Brasil e no norte da Bolívia. Esta subespécie é maior e mais cinzenta que a subespécie nominal.
  • Atticora tibialis minima (Chapman, 1924) – ocorre no leste do Panamá, oeste da Colômbia e oeste do Equador e nas Guianas. Esta subespécie é menor que a subespécie nominal.

(Clements checklist, 2014).

Calcinha-branca {field 16}

Comentários:

Frequenta lajedos de rios e cachoeiras ou sobre as copas e clareiras das florestas densas adjacentes. Encontrado aos pares ou em pequenos grupos a beira das estradas que cortam as florestas na Amazônia, empoleirando-se em barrancos e galhos secos nas bordas de matas. Com os desmatamentos, a espécie desapareceu de grande parte do Brasil oriental. É relativamente frequente em capoeiras rodeadas de mata em bom estado de conservação, em embaúbas e galhos secos expostos na copa da floresta. Aparentemente tem migração sazonal nos meses frios em algumas regiões.

Calcinha-branca {field 20}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • Piacentini et al. (2015). Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee / Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia, 23(2): 91–298.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências