Araponga-da-amazônia – (Procnias albus)

A araponga-da-amazônia Procnias albus é uma ave da família Cotingidae. Ocorre no Brasil, nas Guianas e Venezuela.

Araponga-da-amazônia {field 19}
  • Nome popular: Araponga-da-amazônia
  • Nome inglês: White Bellbird
  • Nome científico: Procnias albus
  • Família: Cotingidae
  • Sub-família: Cotinginae
  • Habitat: Ocorre localmente no Pará (Serra dos Carajás e Estação Ecológica do Jari) e Amazonas (baixo Rio Negro). Encontrado localmente também nas Guianas e Venezuela.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de frutos diversos, geralmente em arvores altas.
  • Reprodução: Reproduz-se…
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Araponga-da-amazônia {field 19}

Características:

O macho mede em média 28 cm de comprimento e a fêmea 27 cm. O macho pesa entre 210 e 215 gramas e a fêmea pesa entre 219 e 222 gramas. O macho é completamente branco e apresenta um apêndice carnudo com origem na base do bico e pendurado para baixo geralmente pendente no lado direito do bico, (Ridgely, 2009). O bico curto e largo, os tarsos e os pés são escuros. A fêmea é verde-oliva nas partes superiores e amarelo pálido finamente estriado de verde-oliva nas partes inferiores. Apresenta uma vocalização bem marcante, bastante incomum para uma ave , semelhante a um alarme robótico, o som de conexão da antiga internet discada ou algum instrumento musical indiano, a qual pode ser ouvida à boa distância.

Possui duas subespécies reconhecidas:

  • Procnias albus albus (Hermann, 1783) – ocorre do sudeste da Venezuela até as Guianas e o leste da Amazônia brasileira;
  • Procnias albus wallacei (Oren & Novaes, 1985) – ocorre no norte do Brasil, no leste do estado do Pará.

Aves Brasil CBRO – 2015 (Piacentini et al. 2015); (Clements checklist, 2014).

Araponga-da-amazônia {field 19}

Comentários:

Frequentam as copas e bordas da floresta úmida. Permanece imóvel por longos períodos. Varia de incomum a localmente comum.

Araponga-da-amazônia {field 29}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências