O papa-moscas-canela Polystictus pectoralis é uma ave da família Tyrannidae. Ocorre no Brasil, na Argentina, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Venezuela e Guianas.

Papa-moscas-canela Foto: Nina Wenoli
  • Nome popular: Papa-moscas-canela
  • Nome inglês: Bearded Tachuri
  • Nome científico: Polystictus pectoralis
  • Família: Tyrannidae
  • Sub-família: Elaeniinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, de forma disjunta nas campinaranas amazônicas ou “lavrados” e, Brasil Central e em algumas áreas de Minas Gerais. Encontrado também na Argentina, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Venezuela e Goianas.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e outros artrópodes.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho, em forma de cestinho alongado, feito com liquens musgos e fibras vegetais, preso em forquilhas de arbustos. Põe em média 1 ou 2 ovos por ninhada.
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Papa-moscas-canela Foto: Nina Wenoli

Características:

Mede em média 9 centímetros de comprimento e pesa entre 6 e 8 gramas. O macho apresenta coloração marrom por cima, coroa cinza e preta, com mancha branca no meio; face e mento finamente estriados de preto e branco (barba);asa mais escura, com duas faixas acaneladas. Branco por baixo, peito e flanco acanelados. A fêmea apresenta coroa marrom, sem barba.

Possui três subespécies reconhecidas:

  • Polystictus pectoralis pectoralis (Vieillot, 1817) - ocorre do Sudeste e Centro-oeste do Brasil até o Leste da Bolívia, Uruguai, Paraguai e Norte da Argentina;
  • Polystictus pectoralis brevipennis (Berlepsch & Hartert, 1902) - ocorre do Nordeste da Colômbia até o Sul da Venezuela, nas Guianas e no extremo Norte do Brasil;
  • Polystictus pectoralis bogotensis (Chapman, 1915) - ocorre no Oeste da Colômbia, no Vale de Cauca e Cundinamarca. Não houve registros confirmados desde a década de 1950 desta subespécie, e é agora considerada extinta (Collar e Wege 1995, Donegan 2004).
Papa-moscas-canela Foto: Nina Wenoli

Comentários:

Frequentam os campos cerrados, cerrados e áreas arbustivas do Chaco paraguaio-boliviano. É tímido, empoleira-se baixo, próximo ao solo em hastes verticais de capim, onde entoa seu canto típico. Sozinho, raramente em casal, ás vezes com outras aves de campo; pousa em talos de capins altos e voa pouco, num voo curto e baixo.

Papa-moscas-canela Foto: Nina Wenoli

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS - Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências