Login

O gavião-tesoura, Elanoides forficatus, é uma ave da família Accipitridae. Ocorre do Sul dos Estados Unidos até ao Norte da Argentina.

Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura
  • Nome popular: Gavião-tesoura
  • Nome inglês: Swallow-tailed Kite
  • Nome científico: Elanoides forficatus
  • Família: Accipitridae
  • Habitat: Ocorre do Sul dos Estados Unidos até ao Norte da Argentina. Encontrado em todo o Brasil. Existem duas populações de gavião-tesoura, uma que se reproduz no sul do Brasil e a outra, ameaçada de extinção, na América Central e sul dos EUA. Ambas são migrantes e passam o inverno na floresta amazônica.
  • Alimentação: Alimenta-se de aves, pequenos lagartos, serpentes arborícolas e lagartas. Ocasionalmente realiza voos rasantes em rios e lagos com o objetivo de capturar pequenos invertebrados como libélulas, rãs, e outros animais encontrados na superfície da água. Também captura invertebrados em voo.
  • Reprodução: Constrói o ninho no alto de árvores, feito com gravetos, ramos e musgos, normalmente nidifica em colônias (Antas 2005). Coloca de dois a três ovos de coloração branco ou creme, com período de incubação de 24 a 28 dias, realizado por ambos os pais, apesar ser a fêmea a que permanece mais tempo no ninho. Macho e fêmea cuidam da alimentação dos filhotes, que saem do ninho com seis ou sete semanas, continuando nas redondezas por mais algumas semanas, até migrarem (Antas, 2005; Sick, 1997).
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura

Características:

Tem corpo é delgado, com pés e pernas muito pequenos. As fêmeas são maiores que os machos. Atinge 52 a 66 cm de comprimento. E tem uma envergadura entre 120 a 135 cm. O peso máximo nos machos é de 407 gramas e nas fêmeas de 435 gramas. Sua cauda típica com as retrizes externas mais compridas que as demais e quando aberta apresenta a forma de uma tesoura é a característica que da o nome comum a esta ave.

Possui duas subespécies.
  • Elanoides forficatus forficatus (Linnaeus, 1758) - ocorre dos baixios da costa sudeste dos Estados Unidos da América até o norte do México;
  • Elanoides forficatus yetapa (Vieillot, 1818) - ocorre do sul do México, (exceto na Península de Yucatán) até o Brasil e o nordeste da Argentina.

(Clements checklist, 2014).

Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura

Comentários:

Habita bordas de florestas e campos. Entre as aves de rapina é uma das mais sociáveis, vivem em pequenos grupos que podem chegar até 30 indivíduos. No ar é muito ágil, voa com grande habilidade entre as árvores, manobrando rapidamente sobre copa das árvores ou passando logo abaixo delas. Ali busca seu alimento.

Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura
Foto – Afonso de Bragança - Gavião-tesoura
Referências bibliográficas:
Topo