O andorinhão-do-temporal Chaetura meridionalis é uma ave da família Apodidae. É migratória no Sul e Sudeste, desaparecendo durante o inverno para procurar áreas mais propícias para alimentação ao norte, na Amazônia.
Andorinhão-do-temporal Foto: Afonso de bragança
  • Nome popular: Andorinhão-do-temporal
  • Nome inglês: Sick's Swift
  • Nome científico: Chaetura meridionalis
  • Família: Apodidae
  • Habitat: É migratória no Sul e Sudeste, desaparecendo durante o inverno para procurar áreas mais propícias para alimentação ao norte, na Amazônia.
  • Alimentação: Alimenta-se de pequenos insetos durante o voo.
  • Reprodução: Constrói os ninhos com ramos secos, unidos por saliva, endurecendo e então ficando preso à parede interna dos locais escolhidos (árvores ou espaços artificiais). Fixados internamente nas chaminés de residências, em outras construções humanas ou em locais abrigados como ocos de árvores e palmeiras.A incubação é realizada pelo casal. Põe de três a quatro ovos brancos. Reproduz-se durante o verão.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Características:

Mede em média 13 cm. Apresenta asas longas, cauda relativamente curta e uma distinta área bege clara no uropígio, com supracaudais do mesmo tom. Espécie muito vocal. O peso varia entre 16 e 20 gramas.

Andorinhão-do-temporal Foto: Afonso de bragança
Comentários:

Vista quase que exclusivamente voando e em bandos, lembra, à primeira vista, uma andorinha.

Andorinhão-do-temporal Foto: Afonso de bragança
Referências & Bibliografia:

Galeria de fotos

Aves do Brasil