Surucuá-de-cauda-preta – (Trogon melanurus)

O surucuá-de-cauda-preta Trogon melanurus é um da família Trogonidae. Conhecido também como surucuá-tatá e surucuá-de-peito-vermelho.

Surucuá-de-cauda-preta {field 25}
  • Nome popular: Surucuá-de-cauda-preta
  • Nome inglês: Black-tailed Trogon
  • Nome científico: Trogon melanurus
  • Família: Trogonidae
  • Habitat:  Presente em toda a Amazônia brasileira e também do Panamá à Bolívia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos ou frutos. Costuma permanecer pousado imóvel por longos períodos, no estrato médio ou na copa das árvores, aguardando o momento certo de caçar o alimento.
  • Reprodução: Reproduz-se em cupinzeiros arborícolas ou em ocos de pau.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Surucuá-de-cauda-preta {field 20}

Características:

Mede em média 3 cm de comprimento. O macho apresenta as partes superiores e o peito verde-metálicos (com uma faixa branca), a garganta e os lados da cabeça pretos, e a barriga vermelha e a fêmea tem as partes superiores e o peito cinzas (sem faixa branca), e a barriga igualmente vermelha.

Possui três subespécies:

  • Trogon melanurus melanurus (Swainson, 1838) – ocorre do Leste da Colômbia até as Guianas, no Norte da Bolivia e no Leste do Brasil.
  • Trogon melanurus eumorphus (Zimmer, 1948) – ocorre no Sul da Colômbia até o Equador, Peru, Bolívia e Amazônia brasileira; T. m. occidentalis (Pinto, 1950) é um sinônimo junior dessa subespécie.
  • Trogon melanurus macroura (Gould, 1838) – ocorre do Leste do Panamá, na zona do Canal do Panamá até o Norte da Colômbia.
Surucuá-de-cauda-preta {field 11}

Comentários:

Frequenta bordas e interior de florestas úmidas, florestas de galeria e capoeiras altas. Vive solitário ou aos pares. É muito mais ouvido do que visto.

Surucuá-de-cauda-preta {field 19}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.

Referências