Rabo-branco-do-rupununi – (Phaethornis rupurumii)

O rabo-branco-do-rupununi Phaethornis rupurumii é uma ave da família Trochilidae. Ocorre no Brasil, Colômbia, leste da Venezuela e oeste da Guiana.

Rabo-branco-do-rupununi {field 12}
  • Nome popular: Rabo-branco-do-rupununi
  • Nome inglês: Streak-throated Hermit
  • Nome científico: Phaethornis rupurumii
  • Família: Trochilidae
  • Sub-família: Phaethornithinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, nos estados do Amazonas, Roraima e Pará. Encontrado também na Guiana, Venezuela e Colômbia.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente do néctar das flores, mas come também pequenos artrópodes.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo ninho em forma cônica alongada, terminando num apêndice caudal que dá equilíbrio ao ninho. É feito de material macio como paina e detritos vegetais que são acumulados em espessa camada de material. O ninho é suspenso à face interior das folhas de palmeiras, samambaias, musáceas, Helicônia, etc., em raízes finas pendentes sob barrancos sombreados. Com o peso do ninho dobra-se o folíolo ou a ponta da folha, ficando o restante da mesma protegendo o ninho.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Rabo-branco-do-rupununi {field 12}

Características:

Mede em média entre 10 e 12 cm de comprimento e pesa entre 2,5 e 3 gramas. Tem a parte superior de coloração verde pálido com reflexos dourados. Cabeça marrom, penas supracaudais verdes com reflexos dourados e bordas castanhas. A garganta é estriada e preta. Tem faixa superciliar e infraocular de coloração castanha e pálida delimitando uma faixa malar preta. As penas auriculares são pretas. Peito, abdômen e flancos castanhos acinzentados. Infracaudais são brancas. As retrizes centrais são escuras, alongadas e de coloração verde com reflexos bronzeados que ficam mais pálidos perto das pontas brancas. As retrizes próximas das retrizes centrais apresentam as bordas brancas quando próximas das pontas. As demais retrizes laterais e periféricas são bronze na base e o restante púrpura escuro com as pontas brancas. As asas são castanho avermelhadas.

Tem duas subespécies reconhecidas:

  • Phaethornis rupurumii rupurumii (Boucard, 1892) – ocorre no extremo leste da Colômbia até o leste da Venezuela e oeste da Guiana e na região adjacente do norte do Brasil no estado de Roraima.
  • Phaethornis rupurumii amazonicus (Hellmayr, 1906) – ocorre ao longo do baixo rio Amazonas, desde a foz do rio Negro.

(IOC World Bird List 2017; Aves Brasil CBRO 2015).

Rabo-branco-do-rupununi {field 29}

Comentários:

Frequenta florestas úmidas da Amazônia, várzeas, ilhas fluviais e florestas semidecíduas.

Rabo-branco-do-rupununi {field 28}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.
  • Piacentini et al. (2015). Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee / Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia, 23(2): 91–298.

Referências