Verdinho-coroado – (Hylophilus poicilotis)

O verdinho-coroado Hylophilus poicilotis é uma ave da família Vireonidae. Conhecido também como chenenéu e vite-vite-coroado.

Verdinho-coroado {field 11}
  • Nome popular: Verdinho-coroado
  • Nome inglês: Rufous-crowned Greenlet
  • Nome científico: Hylophilus poicilotis
  • Família: Vireonidae
  • Habitat: Ocorre no Sul e Sudeste do Brasil. Endêmico da Mata Atlântica, é encontrado também no Paraguai e na Argentina.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e suas larvas. Também come frutinhas que podem até superar os insetos em quantidades.
  • Reprodução: Constrói o ninho em formato de uma tigela aberta, funda, feita de fibras, folhas, por fora revestido de musgo. Os ovos brancos ou branco-avermelhados, com pontos e salpicos pretos e roxos.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Verdinho-coroado {field 11}

Características:

Mede em média 12 cm de comprimento e pesa 11,8 g. Te o bico curto e pontiagudo e cauda relativamente longa. É inconfundível pelo boné ferrugíneo e lados da cabeça cinzento-claros com desenho negro. Possui uma mancha auricular de coloração cinza escuro, que o diferencia do vite-vite-de-olho-cinzaHylophylus amaurocephalus, que possui esta mancha na coloração castanha.

Verdinho-coroado {field 11}

Comentários:

Frequenta florestas úmidas e bordas de florestas, capoeiras e caatingas arbóreas. Vive solitário ou aos pares, frequentemente participando de bandos mistos de aves. Vive na mata densamente folhada, geralmente nos topos das árvores.

Verdinho-coroado {field 11}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.

Referências