Bacurau-da-telha – (Hydropsalis longirostris)

O bacurau-da-telha Hydropsalis longirostris é uma ave da família Caprimulgidae. Também conhecido como bacurau-de-rabo-branco e bacurau-rupestre.

Bacurau-da-telha {field 21}
  • Nome popular: Bacurau-da-telha
  • Nome inglês: Band-winged Nightjar
  • Nome científico: Hydropsalis longirostris
  • Família: Caprimulgidae
  • Habitat: Ocorre da região dos Andes até a Bolívia, Chile, sul da Argentina e sudeste do Brasil.
  • Alimentação: Alimentam-se de insetos, principalmente mariposas, besouros e cupins.
  • Reprodução: Não constroem um ninho, os ovos são colocados em uma depressão do solo entre a vegetação densa, solo descoberto ou à beira de estradas. Normalmente, eles colocam 1 ou 2 ovos elípticos em cada estação de reprodução, que variam em cor de rosa cremoso, esbranquiçado, marrom manchado, lilás e cinza. A temporada de reprodução varia de acordo com a região.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Bacurau-da-telha {field 21}

Características:

Mede em média Mede 23 cm de comprimento. Possui coloração variável. Machos possuem notáveis manchas brancas nas penas da cauda, enquanto as fêmeas não possuem branco na cauda.

Bacurau-da-telha {field 21}

Comentários:

Frequenta áreas semi-abertas, campos de altitude, campos rupestres, chapadas, enclaves rochosos e em algumas cidades. Apresenta hábitos crepusculares e noturnos. Durante o dia, dorme em grupos sobre os telhados em certas cidades no sudeste e sul, o que lhe rendeu esse nome popular. Eles se empoleiram em uma variedade de ambientes, desde o chão da floresta até edifícios.

Bacurau-da-telha {field 20}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.

Referências