Mutum-de-penacho – (Crax fasciolata)

O Mutum-de-penacho Crax fasciolata é uma ave da família Cracidae, encontrado no Brasil, Paraguai, Bolívia e Argentina. São aves arborícolas um pouco maiores que uma galinha, possuem penacho com a ponta das penas recurvadas para cima.

Mutum-de-penacho Foto – Afonso de Bragança
  • Nome popular: Mutum-de-penacho
  • Nome inglês: Bare-faced Curassow
  • Nome científico: Crax fasciolata
  • Família: Cracidae
  • Habitat: Ocorre ao sul do Rio Amazonas, do Brasil central até o oeste de São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Encontrado também na Bolívia, Paraguai e Argentina. As populações da Amazônia, pertencentes à subespécie Crax fasciolata pinima, encontram-se ameaçadas de extinção, sobretudo em consequência da caça
  • Alimentação: Alimenta-se de frutos, folhas e brotos de plantas. Caça também caramujos, gafanhotos, pererecas, lagartixas e outros pequenos animais.
  • Reprodução: Faz o ninho sobre árvores, onde a fêmea põe de 2 a 3 ovos brancos com a casca bastante áspera, que choca durante 30 dias. Os filhotes já nascem espertos e de olhos abertos. Nos primeiros dias de vida, movimentam-se sobre a cauda da mãe e logo entre a galhada, sempre dormindo sob as asas da mãe. Acompanham os pais ainda durante alguns meses
  • Estado de conservação: Vulnerável.
Mutum-de-penacho Foto – Afonso de Bragança

Características:

Mede cerca de 83 cm de comprimento e pesa 2,7 kg. O macho é preto com a região da barriga branca e a fêmea tem a plumagem preta listrada de branco, cabeça e pescoço preto, peito canela e barriga bege.

Possui três subespécies reconhecidas pelo CBRO:

  • Crax fasciolata fasciolata (Spix, 1825) – ocorre no Brasil nas regiões central e sudeste, Paraguai e no norte da Argentina nas províncias de Formosa, Chaco, Corrientes e Misiones;
  • Crax fasciolata grayi (Ogilvie-Grant, 1893) – ocorre no leste da Bolívia, nos departamentos de Beni e Santa Cruz;
  • Crax fasciolata pinima (Pelzeln, 1870) – ocorre no nordeste da amazônia brasileira, a leste do rio Tocantins, abrangendo o nordeste do Pará e a Amazônia Maranhense.

(Clements checklist, 2014; Aves Brasil CBRO – 2015; IOC World Bird List 2017.)

Mutum-de-penacho Foto – Edgard Thomas

Comentários:

Habita o chão de florestas de galeria e bordas de florestas densas. Vive aos pares ou em pequenos grupos familiares. Embora passe a maior parte do tempo no chão, empoleira-se para dormir. Procura sempre o mesmo poleiro para dormir, mas em noites enluaradas fica muito inquieto, abandonando o ponto tradicional e procurando outro local próximo. Trai seu nervosismo por movimentos de abrir e fechar da cauda. Outros tiques nervosos são os movimentos súbitos de sacudir a cabeça lateralmente e eriçar o penacho.

Mutum-de-penacho Foto – Afonso de Bragança

Referências & Bibliografia:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: http://www.wikiaves.com.br/mutum-de-penacho Acesso em 28 Agosto de 201o.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mutum-de-penacho Acesso em 31 de Outubro de 201o.