Pica-pau-de-coleira – (Celeus torquatus)

O pica-pau-de-coleira Celeus torquatus é uma ave da família Picidae. Ocorre no Equador, Colômbia, Brasil, Venezuela, Peru e Bolívia.

Pica-pau-de-coleira {field 20}
  • Nome popular: Pica-pau-de-coleira
  • Nome inglês: Ringed Woodpecker
  • Nome científico: Celeus torquatus
  • Família: Picidae
  • Sub-família: Picinae
  • Habitat: Ocorre do norte da América do Sul aos altos rios Tapajós, Xingu e das Mortes ( Mato Grosso ), Goiás ( Rio Maranhão ). No Brasil oriental vive uma população disjunta, Celeus torquatus tinnunculus, na Bahia e Espírito Santo
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e sua larvas; ataca cupinzeiros arborícolas.
  • Reprodução: Reproduz-se escavando em troncos e galhos de árvores secas e palmeiras, onde põe seus ovos brancos e brilhantes no fundo da câmara incubatória.
  • Estado de conservação: Quase Ameaçada
Pica-pau-de-coleira {field 23}

Características:

Mede em média 27 cm de comprimento, tem o bico cinza, a crista arrepiada e pontuda. O macho conta com um bigode vermelho, é um pica-pau elegante e fácil de identificar.

Possui três subespécies reconhecidas:

  • Celeus torquatus torquatus (Boddaert, 1783) – ocorre do leste da Venezuela até as Guianas e no nordeste da Amazônia brasileira no estado do Pará. Esta subespécie possui a cabeça de cor caramelo. Manto castanho ornado de negro; parte anterior do pescoço e peito negros; barriga amarelada;
  • Celeus torquatus occidentalis (Hargitt, 1889) – ocorre do sudeste da Colômbia até o norte da Bolívia, na Amazônia brasileira e também no estado do Mato Grosso. Esta subespécie apresenta o manto densamente barrado de negro e com a barriga esbranquiçada barrada de negro;
  • Celeus torquatus tinnunculus (Wagler, 1829) – ocorre no leste do Brasil, no estado da Bahia e no estado do Espírito Santo. Esta subespécie apresenta um denso barrado negro no dorso e no ventre.

(Clements checklist, 2014).

Pica-pau-de-coleira {field 11}

Comentários:

Frequenta bordas de matas de terra firme e de várzea, matas de galeria, matas secundárias e clareiras e na Mata Atlântica da Bahia, onde se encontra a subespécie C.t. tinnunculus. Encontrado aos pares ou em grupos familiares de até 5 indivíduos. Pousa em troncos altos. Acompanha bandos mistos de aves.

Pica-pau-de-coleira {field 19}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências