Pica-pau-amarelo – (Celeus flavus)

O pica-pau-amarelo Celeus flavus é uma ave da família Picidae. Ocorre no Brasil, Peru, Bolívia, Colômbia, Venezuela, Equador e Guianas.

Pica-pau-amarelo {field 23}
  • Nome popular: Pica-pau-amarelo
  • Nome inglês: Cream-colored Woodpecker
  • Nome científico: Celeus flavus
  • Família: Picidae
  • Sub-família: Picinae
  • Habitat: Ocorre do norte da América do Sul à Bolívia, Mato Grosso (rio das Mortes e Xingu), leste do Pará (Belém), Maranhão e Piauí. Também da Bahia ao Espírito Santo. Ssp. flavus: Colômbia, Venezuela, Guianas, Equador, Bolívia e Amazônia brasileira até o Sul de Mato Grosso. Ssp. peruvianus: Peru. Ssp. subflavus: Brasil (de Alagoas à Bahia e Espírito Santo). Ssp. tectricialis: Brasil (Maranhão).
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de larvas, insetos, formigas capturadas de troncos e cupins de cupinzeiros arborícolas. Quebra cupinzeiros e formigueiros no alto de árvores para comer as formigas. eventualmente alimenta-se também de frutos. Às vezes desce ao solo para apanhar insetos.
  • Reprodução: Reproduz-se escavando o ninho em troncos ou galhos de árvores e palmeiras mortas, onde põe seus ovos brancos e brilhantes.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Pica-pau-amarelo {field 20}

Características:

Mede em média entre 24 e 26 cm de comprimento e pesa entre 95 e 131 gramas. Tem a plumagem toda amarelo-clara exceto as asas e a cauda, que são preto pardacentas. Topete bem alto e macio. O macho apresenta uma faixa vermelha nas laterais da cabeça, próximo à base do bico.

Possui quatro subespécies reconhecidas:

  • Celeus flavus flavus (Statius Muller, 1776) – ocorre do leste da Colômbia até a Venezuela, nas Guianas, no oeste do Brasil e no norte da Bolívia;
  • Celeus flavus subflavus (P. L. Sclater & Salvin, 1877) – ocorre no leste do Brasil, do estado de Alagoas até o estado do Espírito Santo;
  • Celeus flavus tectricialis (Hellmayr, 1922) – ocorre no nordeste do Brasil, no estado do Maranhão;
  • Celeus flavus peruvianus (Cory, 1919) – ocorre na região tropical do leste do Peru.

Piacentini et al. (2015); (Clements checklist, 2014).

Pica-pau-amarelo {field 11}

Comentários:

Frequenta florestas ralas, plantações de cacau, florestas de várzea, capoeiras e florestas em áreas pantanosas. Vive solitário, aos pares ou em grupos de 3 ou 4, principalmente à altura do estrato médio. Raro de ser notado, fica na parte mais fechada da mata e sob as copas. Voz: Sequência de 6 melancólicos “glü”, a última nota mais baixa.

Pica-pau-amarelo {field 25}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Piacentini et al. (2015). Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee / Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia, 23(2): 91–298.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências