Viuvinha-de-óculos – (Hymenops perspicillatus)

A viuvinha-de-óculos Hymenops perspicillatus é uma ave da família Tyrannidae. Ocorre no Brasil, Uruguai, Chile, Bolívia, Argentina e no sudoeste do Paraguai.

Viuvinha-de-óculos {field 11}
  • Nome popular: Viuvinha-de-óculos
  • Nome inglês: Spectacled Tyrant
  • Nome científico: Hymenops perspicillatus
  • Família: Tyrannidae
  • Sub-família: Fluvicolinae
  • Habitat: Ocorre predominantemente no Estado do Rio Grande do Sul mas também pode ser encontrado sazonalmente nos Estados de Santa Catarina até o Rio de Janeiro, São Paulo, Oeste do Mato Grosso, Mato Grosso do sul e Estado de Minas Gerais. Encontrado também no Uruguai, Chile, Bolívia, Argentina e no sudoeste do Paraguai. Faz movimentos migratórios em algumas regiões.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, ficando próximo ou sobre o solo, e corre sobre bancos de lama.
  • Reprodução: Reproduz-se..
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Viuvinha-de-óculos {field 20}

Características:

Mede em média entre 13 e 16 cm de comprimento. O macho tem plumagem predominantemente preta, com as rêmiges primarias com bela coloração branca que é melhor observada quando a ave se apresenta em voo. A face é preta com extensa área nua revestida por uma pele amarela ao redor dos olhos que tem a íris amarela. O bico é claro, de coloração amarelada e os tarsos e pés são escuros, quase pretos. Fêmea tem cor principal parda, com estrias no peito e ventre, sendo este mais claro e menos estriado que o peito. As asas apresentam coloração acastanhada. Uma listra superciliar de coloração clara pode estar presente acompanhada de uma faixa transocular escura. Os flancos são castanhos.

Possui duas subespécies reconhecidas:

  • Hymenops perspicillatus perspicillatus (J. F. Gmelin, 1789) – ocorre no extremo sul do Brasil (Rio Grande do Sul); Uruguai; Argentina (Río Negro); no inverno é encontrado no Paraguai, na região central da Bolívia e Brasil.
  • Hymenops perspicillatus andinus (Ridgway, 1879) – ocorre no Chile, desde o Atacama até a região de Los Lagos; sul da Argentina (Río Negro, Chubut, e norte de Santa Cruz); no inverno atinge o norte da Argentina.

(IOC World Bird List 2017; Aves Brasil CBRO 2015).

Viuvinha-de-óculos {field 20}

Comentários:

Frequenta banhados, brejos, juncais e taboais.

Viuvinha-de-óculos {field 11}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências