Saracura-matraca – (Saracura-matraca)

A saracura-matraca Rallus longirostris é uma ave da família Rallidae. Ocorre em quase todo o Brasil próximo ao litoral. Conhecida também como saracura-sanã-dos-mangues.

Saracura-matraca Foto – Aisse Gaertner
  • Nome popular: Saracura-matraca
  • Nome inglês: Mangrove Rail
  • Nome científico: Rallus longirostris
  • Família: Rallidae
  • Habitat:Ocorre em quase todo o Brasil próximo ao litoral.
  • Alimentação: A alimentação basicamente de pequenos animais, como peixes e caranguejos, eventualmente também come sementes e frutos.
  • Reprodução:Constrói os ninhos escondidos, colocados em geral em árvores de média altura, suportados por uma forquilha ou em alguma ramificação e abrigam um número muito variável de ovos: 1 a 14. A cor dos ovos pode ser branca ou amarronzada, mas também avermelhada, marrom-acinzentada, na maioria das vezes pintada com manchas escuras, o que facilita sua camuflagem. São incubados pelos machos e fêmeas, que se revezam nesta atividade por 15 a 30 dias. Os filhotes são cobertos por espessa penugem e ao cabo de 8 semanas se tornam independentes. ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante.
Saracura-matraca Foto – Aisse Gaertner

Características:

Mede em média 30 centímetros e apresenta coloração geral marrom com o lado do corpo riscado de negro e com um bico amarelado.

Possui sete subespécies:

  • Rallus longirostris longirostris (Boddaert, 1783 ) – ocorre na região costeira da Guiana, Suriname e Guiana Francesa;
  • Rallus longirostris phelpsi (Wetmore, 1941) – ocorre no extremo nordeste da Colômbia, na região de Guajira e no noroeste da Venezuela, na região de Miranda;
  • Rallus longirostris dillonripleyi (Phelps, Jr & Aveledo, 1987) – ocorre no extremo nordeste da costa da Venezuela, na região de Sucre;
  • Rallus longirostris margaritae (Zimmer & Phelps, 1944) – ocorre na ilha Margarita, na costa da Venezuela;
  • Rallus longirostris pelodramus (Oberholser, 1937) – ocorre na ilha de Trinidad, no Caribe;
  • Rallus longirostris crassirostris (Lawrence, 1871) – ocorre na região costeira do leste do Brasil, do estuário do rio Amazonas até o estado de Santa Catarina;
  • Rallus longirostris cypereti (Taczanowski, 1878) – ocorre da região costeira do sudoeste da Colômbia até o Equador e no noroeste do Peru, na região de Tumbes.
Saracura-matraca Foto – Hilton Filho

Comentários:

Frequenta ambientes de transição na região costeira, entre eles o manguezal e marismas, e por este motivo é uma espécie vulnerável. Ameaçada em alguns estados do Brasil.

Saracura-matraca Foto Hilton Filho

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências