Galinha-d’água-carijó – (Porphyriops melanops)

A galinha-d’água-carijó Porphyriops melanops é uma ave da família Rallidae. Conhecido também como Frango-d’água-carijó.

Galinha-d'água-carijó {field 11}
  • Nome popular: Galinha-d’água-carijó
  • Nome inglês: Spot-flanked Gallinule
  • Nome científico: Porphyriops melanops
  • Família: Rallidae
  • Habitat: Ocorre nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Goiás e Distrito Federal. Encontrado também na Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru e Uruguai.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de plantas aquáticas, crustáceos, moluscos, insetos e sementes.
  • Reprodução: Constrói o ninho aberto, sobre plantas flutuantes. Choca de 4 a 8 ovos brilhantes, de tonalidades beges com manchas e pintas marrons. ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Galinha-d'água-carijó {field 11}

Características:

Mede em geral entre 22 e 30 cm de comprimento e pesa entre 154 e 225 gramas. Tem os lores, fronte e a parte superior da cabeça de coloração preta, o restante da cabeça, pescoço e peito são cinza ardósia; o ventre é cinza com a faixa central branca; flancos de coloração marrom escuro manchado de branco; crisso branco. O dorso e asas são marrons oliváceo. A cauda quase sempre ereta é escura, quase preta e sua face inferior é branca. Os pés são verde-amarelados são lobulados; o bico é verde, curto e forte e a íris é vermelha.

Possui três subespécies reconhecidas:

  • Porphyriops melanops bogotensis (Chapman, 1914) – ocorre a leste da cordilheira dos Andes na Colômbia. Esta subespécie apresenta a região axilar branca.
  • Porphyriops melanops melanops (Vieillot, 1819) – ocorre no Peru, Bolívia, Paraguai, Brasil, Uruguai e nordeste da Argentina. Esta subespécie apresenta a região axilar barrada.
  • Porphyriops melanops crassirostris (J. E. Gray, 1829) – ocorre no Chile e no sudoeste da Argentina. Esta subespécie apresenta a região axilar barrada. Ela é a menor das três subespécies mas é a que apresenta o maior bico dentre elas.

(Clements checklist, 2014).

Galinha-d'água-carijó {field 20}

Comentários:

Frequenta pântanos e lagos de água doce, pode ser visto sozinho ou aos pares, nadando ou andando em áreas pantanosas, às vezes podem ficar escondidos.

Galinha-d'água-carijó {field 25}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • CLEMENTS, J. F.; The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press, 2005.
  • Piacentini et al. (2015). Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee / Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia, 23(2): 91–298.

Referências