Pomba-antártica – (Chionis albus)

A pomba-antártica Chionis albus é uma ave da família Chionidae. Também conhecida como bico-de-bainha-antárctico. Ocorre no Brasil, como migrante sazonal, chegando ao Rio Grande do Sul e Santa Catarina..

Pomba-antártica {field 32}
  • Nome popular: Pomba-antártica
  • Nome inglês: Snowy Sheathbill
  • Nome científico: Chionis albus
  • Família: Chionidae
  • Habitat: Ocorre naturalmente no extremo sul da América do Sul, migrando durante o inverno, chegando até ao estado de Santa Catarina no sul do Brasil.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de carniça, principalmente do produto regurgitado por pinguins e cormorões. Come também fezes de focas. Por essa característica alimentar trata-se de uma espécie saprófaga. Pode ainda roubar ovos de outras aves.
  • Reprodução: Reproduzem-se na região Antártica e extemo sul da Paragônia.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Pomba-antártica {field 32}

Características:

Mede em média entre 34 e 41 centímetros e pesa entre 460 e 780 gramas. Tem plumagem totalmente branca e pele nua rosada abaixo do olho e na base do bico. A cabeça é grande com um bico curto e firme de coloração preto esverdeado na ponta. Apresenta um revestimento caloso rosado na base do bico. A pele do rosto é de coloração rosada, com um anel periocular castanho escuro. Não há variação sazonal na plumagem. As pernas são azuis acinzentadas e os pés são desprovidos de membranas, mas possibilitam à pomba-antártica nadar bem quando é necessário. A fêmea tem a mesma aparência, porém seu tamanho é menor do que o do macho. Os juvenis desta espécie assemelham-se aos adultos, mas com uma bainha córnea menor e mais fina e saliências da face. O filhote é coberto com grossa penugem marrom que é substituída pouco depois por uma coloração cinza manchada.

Pomba-antártica {field 29}

Comentários:

Frequentam as terras próximas da água, como praias e regiões litorâneas. Durante o inverno austral, grande parte migra das costas das Malvinas e Terra do Fogo para regiões mais quentes ao norte, podendo atingir a região costeira do Uruguai. As aves que não se encontram na fase de reprodução permanecem o ano todo na região da Terra do Fogo.

Pomba-antártica {field 12}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências