Rabudinho – (Leptasthenura platensis)

O rabudinho Leptasthenura platensis é uma ave da família Furnariidae. Ocorre no Brasil, na Argentina, Paraguai e Uruguai. ++Ameaçado de extinção++.

Rabudinho {field 32}
  • Nome popular: Rabudinho
  • Nome inglês: Tufted Tit-Spinetail
  • Nome científico: Leptasthenura platensis
  • Família: Furnariidae
  • Sub-família: Synallaxiinae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, apenas no extremo sudoeste do Rio Grande do Sul. Encontrado também na Argentina, Paraguai e Uruguai.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e outros pequenos artrópodes. Busca alimento percorrendo os galhos das árvores e arbustos.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho em forma de taça, em buracos nas árvores e em ninhos abandonados por pica-paus ou até mesmo naqueles pertencentes a membros de sua família, como o corredor-crestudoCoryphistera alaudina e o joão-de-barro Furnarius rufus. Após tomarem posse do novo ninho, revestem-no com material bem macio, e, assim, a fêmea inicia a postura dos ovos.
  • Estado de conservação:

    Ameaçado

Rabudinho {field 28}

Características:

Mede em média 16 cm de comprimento. Possui plumagem cinza-uniforme, cauda de aspecto esfiapado, topete também longo e faixa branca sobre os olhos.

Rabudinho {field 20}

Comentários:

Frequentam áreas onde prevalece o espinilho, mas também em matas ribeirinhas. Está ameaçado pela destruição de seu habitat.

Rabudinho {field 11}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências