Ariramba-de-bico-amarelo – (Galbula albirostris)

A ariramba-de-bico-amarelo Galbula albirostris é uma ave da família Galbulidae. Ocorre no Brasil, Colombia, Equador, Guianas, Peru, Suriname e Venezuela.

Ariramba-de-bico-amarelo Foto – Nina Wenoli
  • Nome popular: Ariramba-de-bico-amarelo
  • Nome inglês: Yellow-billed Jacamar
  • Nome científico: Galbula albirostris
  • Família: Galbulidae
  • Habitat: Ocorre no Brasil, ao norte do Rio Amazonas, nos estados do Amazonas, Roraima, Amapá e Pará. Encontrada também Colombia, Equador, Guianas, Peru, Suriname e Venezuela.
  • Alimentação: Alimentam-se basicamente de insetos, capturados em voo, a partir de um poleiro. A caça, é feita a baixa altura na orla da mata ou dentro dela.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo o ninho em cupinzeiros arborícolas a uma altura de 1,5 a 3m do solo, onde o casal incuba dois ovos.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante.
Ariramba-de-bico-amarelo Foto – Aisse Gaertner

Características:

Mede entre 18 e 21 centímetros de comprimento e pesa entre 16 e 24 gramas. É a menor espécie do gênero Galbula. O macho tem a coroa com a coloração púrpura metálico com um brilho acobreado. O restante das partes superiores, incluindo os lados da cabeça e pescoço são de coloração verde-esmeralda brilhante. O peito, ventre, crisso e a parte inferior da cauda são de intensa coloração castanha. O bico apresenta coloração amarela com a ponta escura. a ariramba-de-bico-amarelo recebe seu nome por causa de sua mandíbula inferior que apresenta intensa coloração amarela. Os sexos diferem ligeiramente, sendo que os machos apresentam a garganta branca.

Possui duas subespécies reconhecidas:

  • Galbula albirostris albirostris (Latham, 1790) – ocorre do leste da Colômbia até oeste da Venezuela, nas Guianas e no norte do Brasil.
  • Galbula albirostris chalcocephala (Deville, 1849) – ocorre do sudeste da Colômbia até o Equador, nordeste do Peru; oeste do Brasil na região do alto rio Negro.

(IOC World Bird List 2017; Aves Brasil CBRO 2015).

Ariramba-de-bico-amarelo Foto – Luiz Bravo

Comentários:

Frequentam o interior de florestas escuras, no estrato baixo ou médio de matas de várzea, igapós e matas de terra firme. Solitário ou aos pares ou mesmo em pequenos grupos, pode seguir bandos mistos.

Ariramba-de-bico-amarelo Foto – Celi Aurora

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências