Fruxu – (Neopelma chrysolophum)

O fruxu Neopelma chrysolophum é uma ave da família Pipridae. Espécie endêmica da Mata Atlântica do Sudeste do Brasil.

Fruxu {field 11}
  • Nome popular: Fruxu
  • Nome inglês: Serra do Mar Tyrant-Manakin
  • Nome científico: Neopelma chrysolophum
  • Família: Pipridae
  • Sub-família: Neopelminae
  • Habitat: Endêmico da Mata Atlântica do Brasil, do sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro ao sul de São Paulo.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos e pequenos frutos tirados de folhagem em voo de curto alcance.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho em forma de tigelinha preso em arbustos a pouca altura. Põe em média 2 ovos por ninhada.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Fruxu {field 11}

Características:

Mede em média 13 cm de comprimento e pesa 14 g. A píleo é amarelo conspícuo, mas nem sempre visível quando a ave se apresenta descansando. A cabeça e as demais partes do corpo possuem coloração verde-oliva acinzentado desbotado, sendo a coroa acinzentada. O ventre e o crisso possuem coloração com tons mais amarelados que o restante do corpo. A parte interna das rêmiges é cinza escura, da mesma coloração que as retrizes. A cauda é longa. Olhos castanhos, tarsos e pés cinza azulados. O bico é curto, pequeno e cinza escuro.

Fruxu {field 23}

Comentários:

Frequenta o sub-bosque de florestas úmidas (frequentemente onde há bambuzais), capoeiras e bordas de florestas com presença de arbustos, sendo, em alguns locais (como o Estado do Rio de Janeiro), restrito a áreas montanhosas. É difícil de ser visto, exceto quando os machos estão se exibindo para as fêmeas durante o período reprodutivo.

Fruxu {field 23}

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2014.

Referências