Maçarico-solitário – (Tringa solitaria)

O maçarico-solitário Tringa solitaria é uma ave da família Scolopacidae. Espécie migrante vindo do Hemisfério Norte, fugindo do inverno rigoroso.

Maçarico-solitário {field 11}
  • Nome popular: Maçarico-solitário
  • Nome inglês: Solitary Sandpiper
  • Nome científico: Tringa solitaria
  • Família: Scolopacidae
  • Sub-família: Tringinae
  • Habitat: Ocorre em todo o continente americano. Reproduz-se na América do Norte, migrando durante o inverno para a região compreendida entre o México e a Argentina, incluindo todas as regiões do Brasil.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de pequenos invertebrados que encontra sob a água rasa.Atento, tem o hábito de correr nas margens de lagos e alagadiços assim que percebe alguma presa.
  • Reprodução:
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Maçarico-solitário {field 11}

Características:

Mede em entre 38 e 41 centímetros, pesam entre 31 e 65 gramas sendo as fêmeas maiores. Tem um longo bico fino e pontudo, longas pernas esverdeados, um pescoço fino de tamanho médio, suas costas, asas e cabeça são de coloração cinza esverdeada, e as asas são marcadas com pintas brancas. A cauda é barrada com uma linha escura no centro cruzado por barras com aparência de espinha de peixe. Uma cabeça pequena com um anel periocular branco circundando grandes olhos escuros. Machos e fêmeas são parecidos, mas as fêmeas são maiores que os machos.

Possui duas subespécies reconhecidas:

  • Tringa solitaria solitaria (A. Wilson, 1813) – ocorre no Canadá, do leste da Columbia Britânica até Quebec e Labrador, no inverno migra para a região central da América do Sul.
  • Tringa solitaria cinnamomea (Brewster, 1890) – ocorre no Alaska e no Canadá, de Yukon até noroeste de Manitoba e norte da Columbia Britânica; no inverno migra para a América do Sul atingindo até a Argentina. Esta subespécie é um pouco maior do que a subespécie nominal e as manchas da porção superior da ave são de coloração pardacenta, enquanto que na subespécie nominal são brancas. (Patten at al., 2003).

(Clements checklist, 2014).

Maçarico-solitário {field 20}

Comentários:

Frequenta locais à beira d’água doce, margens lamacentas de rios e lagos, poças de chuva maiores, especialmente quando localizadas em campos com árvores. Normalmente encontrado solitário, às vezes em 2 ou 3 indivíduos espalhados, mas nunca em grupos.

Maçarico-solitário {field 20}

Referências & Bibliografia: