Gibão-de-couro – (Hirundinea ferruginea)

O gibão-de-couro Hirundinea ferruginea é uma ave da famíliaTyrannidae. Ocorre no Brasil e quase toda a América do Sul.

Gibão-de-couro Foto – Afonso de Bragança
  • Nome popular: Gibão-de-couro
  • Nome inglês: Cliff Flycatcher
  • Nome científico: Hirundinea ferruginea
  • Família:Tyrannidae
  • Subfamília: Hirundineinae
  • Habitat: Ocorre em boa parte do Brasil e quase toda a América do Sul.
  • Alimentação: Alimenta-se basicamente de insetos, caçados no ar por meio de manobras rápidas e acrobáticas.
  • Reprodução: Constrói o seu ninho em beiradas de janelas e em outros locais abrigados da chuva e do vento. O ninho é aberto em forma de tigela e inicialmente é forrado com pequenas pedras, depois gravetos e no final é forrado com fibras vegetais macias. Põe em média 2 ou 3 ovos brancos com manchas ferrugem.

    ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL

  • Estado de conservação: Pouco preocupante.
Gibão-de-couro Foto – Afonso de Bragança

Características:

Tem corpo na cor ferrugem com tons variando para cinza-escuro, as asas e a ponta da cauda são cinza-escuras com detalhes em ferrugem, o peito é mais avermelhado que o dorso e a cabeça.

Possui quatro subespécies reconhecidas:

  • Hirundinea ferruginea ferruginea (Gmelin, 1788) – ocorre no extremo leste da Colômbia até o sudeste da Venezuela, nas Guianas e no norte do Brasil;
  • Hirundinea ferruginea pallidior (Hartert & Goodson, 1917) – ocorre no norte e leste da Bolívia até o oeste do Paraguai e no noroeste da Argentina;
  • Hirundinea ferruginea bellicosa (Vieillot, 1819) – ocorre no sul, sudeste e nordeste do Brasil até o leste do Paraguai, Uruguai e nordeste da Argentina.
  • Hirundinea ferruginea sclateri (Reinhardt, 1870) – ocorre a leste da cordilheira dos Andes na Colômbia até o oeste da Venezuela e no leste do Peru;

ITIS – Integrated Taxonomic Information System (2015).

Gibão-de-couro Foto – Afonso de Bragança

Comentários:

Podem ser vistos em pequenos grupos, e ao casais, ao amanhecer ao anoitecer podemos observá-los pousados em postes ou fios de energia caçando insetos em pleno voo. Esta espécie apresenta uma estreita associação com escarpas e paredões rochosos. Pode também ser encontrada dentro de cidades, pousada nos parapeitos no alto de prédios, mourões de cerca e nas antenas de televisão.

Gibão-de-couro Foto – Afonso de Bragança

Referências & Bibliografia:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec – Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • Wikiaves – disponível em: https://www.wikiaves.com.br/wiki/gibao-de-couro Acesso em 08 Setembro de 2010.
  • Wikipédia – disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Gib%C3%A3o-de-couro Acesso em 14 de Outubro de 2010