Login

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
A garça-branca Ardea Alba, é uma ave da família Ardeidae. Também conhecida como garça-branca-grande, é comum à beira dos lagos, rios e banhados.
  • Nome popular: Garça-branca
  • Nome inglês: Great Egret
  • Nome científico: Ardea alba
  • Família: Ardeidae
  • Habitat: Ocorre da América do Norte ao estreito de Magalhães, em todo o Brasil, e também no Velho Mundo. No Brasil é encontrada principalmente no Pantanal, costas do sudeste, nordeste, norte e rios de todo o território.
  • Alimentação: Alimenta-se principalmente de peixes, mas já foi vista comendo quase tudo o que possa caber em seu bico. Pode consumir pequenos roedores, anfíbios, répteis, insetos, pequenas aves e até lixo. Em pesqueiros aproxima-se muito dos pescadores para pegar pequenos peixes por eles dispensados, chegando a comer na mão. É muito inteligente e pode usar pedaços de pão como isca para atrair os peixes dos quais se alimenta. Engole às vezes cobras e preás. Aproxima-se sorrateiramente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e bica seu alimento, esticando seu longo pescoço. Há relatos de pessoas que afirmam que atacam ninhos de pequenas aves em áreas de mangue, onde costumam se alimentar.
  • Reprodução: Na época da reprodução os indivíduos de ambos os sexos apresentam longas penas no dorso chamadas egretas. Estas egretas foram por muito tempo moda como adorno de chapéus e roupas na Europa e a demanda pelas penas levou centenas de milhares de garças à morte justamente em seu período reprodutivo. Felizmente é uma prática quase inexistente hoje em dia e a população desta garça é bem numerosa. Constrói o ninho, grande e feito de gravetos, em ninhais que podem ter milhares de indivíduos de várias espécies de aves aquáticas
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
Garça-branca
Foto – Afonso de Bragança
Garça-branca

Características:

Mede entre 80 e 104 centímetros de comprimento e pesa entre 700 e 1700 gramas. (Martínez-Vilalta, Motis, e Kirwan, 2016)). Seu corpo é completamente branco. É facilmente identificada pelas longas pernas e pescoço, característica dos membros da família. O bico é longo e amarelo, e as pernas e dedos pretos. Apresenta enormes egretas (penas especiais que se formam no período reprodutivo). A íris é amarela. Possui três subespécies reconhecidas:
  • Ardea alba alba (Linnaeus, 1758) - ocorre na Europa central, na Asia (Russia, China e Japão), e oriente Médio (Golfo Pérsico).
  • Ardea alba melanorhynchos (Wagler, 1827) - ocorre na África, do sul do deserto do Saara até Madagascar.
  • Ardea alba egretta (J. F. Gmelin, 1789) - ocorre nas Américas, do sul do Canadá até a Terra do Fogo.

Comentários:

Vive em grupos de vários animais à beira de rios, lagos e banhados. É migratória, realizando pequenos deslocamentos locais ou mesmo se deslocando para além dos Andes durante os períodos de enchentes anuais
Foto – Afonso de Bragança
Garça-branca
Foto – Afonso de Bragança
Garça-branca
Referências Bibliográficas: FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda. SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997. Wikiaves
Topo