Login

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Características: Mede cerca de 20 centímetros. Chama a atenção pelo bico muito grosso, alto e amarelo na base. Partes superiores cinza-escura. Quase sem verde, sobrancelha branca iniciando-se na base do bico, partes inferiores ferrugíneas; fêmea de costas verde; o imaturo com partes superiores verdes e o bico negro. A sua vocalização é por estrofe de quatro pios forte sendo o terceiro mais alto, canta de agosto em diante.
O Bico-grosso é uma ave da família Thraupidae. Também conhecido como, Trinca-ferro-bicudo, Tempera-viola e Botió. Ocorre na Argentina e no Brasil podemos encontrá-los em matas baixas e pequenos arbustos, principalmente nas regiões montanhosas do sudeste brasileiro.
  • Nome popular: Bico-grosso
  • Nome inglês: Thick-billed Saltator
  • Nome científico: Saltator maxillosus
  • Família: Thraupidae
  • Habitat: Ocorrem na Argentina e no Brasil onde podemos encontrá-los a beira da mata e jardins nas regiões serranas do Sudeste, do Espírito Santo e Rio de Janeiro, até ao Rio Grande do Sul.
  • Alimentação: Espécie onívora tem como alimento básico sementes, mas durante o período da reprodução como precisa de mais alimento recorre também a folhas, insetos e frutas
  • Reprodução: Constroem ninhos em forma de taça a pouca altura, incubam geralmente 3 ovos durante em 14 dias, e tem em média 2 ninhadas por estação, durante a reprodução vivem em casais, em um território específico
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
Bico-grosso
Foto – Claudio Lpoes
Bico-grosso
Comentários: Também conhecido em algumas regiões pelos nomes de: Trinca-ferro-bicudo, Tempera-viola, Botió, esta espécie chama a atenção pelo bico muito grosso, alto e amarelo na base, tem partes superiores cinza-escura e algumas partes esverdeadas, sobrancelha branca iniciando-se na base do bico, tem tamanho aproximado de 19 cm. Esta espécie alimenta-se basicamente de grão, possuem um acerta predileção por frutos da imbaúba, e na época da reprodução também consomem larvas e insetos. No período da reprodução vivem estritamente em casais, são bastante territorialistas, constroem os ninhos em forma de taça a pouca altura, a incubação dura em torno de 14 dias. Vivem na beira da mata em plantas baixas e pequenos arbustos, principalmente nas altas serras do Sudeste do Brasil, podemos encontrá-los no Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e leste da Argentina.
Foto – Claudio Lopes
Bico-grosso
About this specie: Also known in some regions by the names of:" Trinca-ferro-bicudo", "Tempera-viola" and "Botió", this species calls the attention for the very thick and high beak and yellow base. Its upper parts are dark grey and some parts are greenish, with white eyebrows beginning at the base of the beak. It is approximately 19 cm long. This species feeds basically on grain. They prefer fruit of the imbaúba tree, and when breeding they also eat larvae and insects. When mating, they live strictly in pairs. They are extremely territorialists. They build their nests in the shape of a drinking cup, not very high. Incubation lasts about 14 days. They live in the edge of the forest, in low plants and small shrubs, mainly in the high mountain ranges in the southeastern of Brazil. We can find them in Espirito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande Do Sul and east of Argentina. Referências Bibliográficas: Wikiaves
Topo