Login

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
O beija-flor-rubi Heliodoxa rubricauda é uma ave da família Trochilidae. Também conhecido como papo-de-fogo. Ocorre do Espírito Santo e Minas Gerais até Goiás e Rio de Janeiro.
  • Nome popular: Beija-flor-rubi
  • Nome inglês: Brazilian Ruby
  • Nome científico: Heliodoxa rubricauda
  • Família: Trochilidae
  • Habitat: O beija-flor-rubi ocorre do Espírito Santo e Minas Gerais até Goiás e Rio de Janeiro.
  • Alimentação: Alimenta-se do néctar das flores. Esta espécie é muitas vezes é encontrada junto a aglomerações de brinco-de-princesa (Fuchsia sp) nas regiões serranas. Devido ao hábito de se alimentar do néctar secretado por flores de várias espécies de plantas, os beija-flores ocupam um lugar importante nas comunidades das quais fazem parte, agindo como polinizadores. Além do néctar das plantas, os beija-flores consomem insetos, que são capturados em pleno voo.
  • Reprodução: Faz o ninho em formato de tigela confeccionado com fiapos de material macio (xaxim) e externamente enfeitado com pedaços de líquens grudados com teia de aranha. Geralmente é colocado num ramo horizontal ou forquilha de galhos. Como a maior parte das espécies de beija-flor, a fêmea põe 2 ovos brancos e é responsável pela nidificação e alimentação dos filhotes.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
Beija-flor-rubi
Foto – Afonso de Bragança
Beija-flor-rubi

Características:

Mede entre em torno de 11 cm de comprimento. O macho da espécie pesa entre 7 e 9,2 gramas e a fêmea pesa entre 5,9 e 7,1 gramas. (Schuchmann, 2016). Apresenta acentuado dimorfismo sexual. O macho é predominantemente verde, com a cauda avermelhada que lhe dá o epíteto específico de rubricauda, e se destaca pela coloração rubi do papo e o verde cintilante da fronte e peito. No sombreado da mata, quando em repouso, aparenta uma coloração negra destacando as manchas brancas pós-oculares. A fêmea tem coloração canela na parte de baixo do corpo, cabeça e dorso verdes, e também apresenta as manchas brancas por trás dos olhos.

Comentários:

Habita o interior da mata, jardins arborizados e bananais. Vocaliza o tempo todo, desde o amanhecer do dia até o pôr do sol. Territorialista, não permite que outros pássaros (exceto o parceiro) e até insetos polinizadores se aproximem das suas fontes de alimentação, geralmente uma ou mais flores.Permite a aproximação até 30 cm e fica agressivo com a aproximação da câmera fotográfica, situação em que exibe a cor avermelhada (rubi) embaixo do pescoço e o verde-cintilante na testa, como mostra uma das fotos da galeria. Para exibir esta cor avermelhada ele arrepia as penas do pescoço e a tonalidade varia conforme o ângulo, já que se trata de um fenômeno de interferência luminosa devido à microestrutura ordenada do material (na constituição da estrutura das penas, no caso do beija-flor) conhecido como iridescência.
Foto – Afonso de Bragança
Beija-flor-rubi
Foto – Afonso de Bragança
Beija-flor-rubi
Referências Bibliográficas: FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda. │SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997 │Terra da Gente
Topo